Resenha: Olhe em meus olhos - Carol Sales

Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
() Favoritado!


SINOPSE: Ceccile é uma bela moça no auge de seus 24 anos, com porte elegante e esguio, finos traços e olhar tranquilo. Perdeu seus pais quando contava com apenas 16 anos, em uma tentativa de roubo na fazenda onde fora nascida e criada e levou a morte ambos os pais. Elizabeth Nil, já viúva e única proprietária da suntuosa propriedade, não tivera filhos e intimamente condenava ao pai por ter restringido a educação de Ceccile em escola regular e a comunicação com o mundo externo, mas sempre manteve a conduta de abster-se sobre a conduta pessoal de seus subordinados com relação aos seus entes. E foi com certa satisfação que a aceitara dentro da mansão como sua dama de companhia quando havia completado 10 anos. Pois dentro do que lhe permitia o bom senso, assumira ela à sua educação.Ceccil, como era chamada, sempre fora de temperamento fácil e dócil, e Elizabeth, ao confirmar que não haveria parentes que pudessem supor a requisitar sua tutela, ela assim o fez sem que Ceccil soubesse. Observando-a agora, Elizabeth levava a delicada xícara de porcelana a boca e considerava; Devido à sua força de caráter, se Ceccil soubesse o que ela havia determinado, certamente não aceitaria, mas Elizabeth abominava a ideia de ter seu patrimônio dilapidado pelos poucos parentes distantes que possuía, antes mesmo que seu corpo esfriasse no túmulo ao lado de seu marido, ainda mais sendo filhos de quem era, acrescenta Elizabeth ao sorver do seu chá...



Essa foi uma obra que me surpreendeu do início ao fim. A cada capítulo algo novo surgiu fazendo com que eu não conseguisse mais parar de ler.

Olhe em meus olhos conta a história de Ceccille, uma jovem criada por Elizabeth Nil que morre deixando-a em impasse quanto a herança deixada pela velha senhora. Outro problema que surge na vida de Ceccil após a morte de Elizabeth é Rafe, irmão de Hugo que toma sua virtude de forma violenta e depois some deixando consequências irreparáveis. Sem saber o que fazer, Ceccil parte para Nova Iorque e encontra Hugo Sanders a quem ela julga ter sido o seu agressor.

Hugo, o matriarca da família acaba por se apaixonar pela bela estranha que invade seu quarto e depois desmaia em seus braços sem saber quem seja. Uma situação inusitada acaba por levá-lo ao Brasil onde encontra a mulher que vem sonhando desde a fatídica noite. No entanto, mesmo amando Ceccil, Hugo se ver preso em um casamento de conveniência com Valery, tendo que ficar afastado da mulher que ama por um ano.

"Com você eu aprendi que pode ser bom amar."

Não pense que esse é um típico triângulo amoroso, pois não existe uma mocinha e uma vilã aqui. Ambas carregam uma carga de sofrimento e decepção na vida. E as duas desejam serem amadas. E assim como Hugo, o leitor também fica dividido entre as duas.

" Eu te amo Hugo, com toda força da minha alma, eu amo você. - Ela disse em sua língua e sorriu quando ele levantou a cabeça para olhar em seus olhos."

Os personagens secundários também são essenciais no enredo. Temos John e Ana que cuidam de Ceccil como uma filha. Há também Guilia, irmã de Hugo que teve sua vida destruída por seu pai e marido e Alicia, sua filha, uma garota determinada que aos poucos vai ganhando o respeito e carinho de Ceccil.


Devo alertar que essa não é uma obra água com açúcar, um clichê. Não. Como disse, essa foi uma obra que me surpreendeu e muito. Mostra como mentiras e intrigas ocorridas no passado repercutiram na vida de pessoas inocentes, como o ódio pode transformar as pessoas. E como o amor tudo supera, até mesmo as convenções sociais.


Ceccil é uma jovem que muito nos faz lembrar de A Escrava Isaura quanto ao seu jeito doce e gentil, a forma como se porta diante das pessoas. Não há ninguém que a conheça e não caia de amores por ela. 


" Ceccil jamais se exaltaria. Quanto a isso sempre apregoava-lhe: 'O grito vem quando a palavra perde a força. Faça com que suas palavras sejam mais forte, sempre'."

A obra possui uma linguagem formal, ao qual nos remete a um outro período histórico. Mas, o enredo se passa no século XXI, tendo como cenário o Brasil e Estados Unidos. A linguagem se dá em decorrência da criação, principalmente a de Ceccil. Aconselho a quem for ler não desistir, pois valerá muito a pena ir até o final, pois a autora Carol Sales escreve tão bem que faz com que o leitor, mesmo quando chegue ao fim do romance, fique instigado a ler ainda mais. 

O leitor fica ávido para saber mais sobre os outros personagens e até para saber como se desenrolou para se chegar ao que leu.

Não deixe de ler Olhe em meus olhos. Essa é uma obra linda, emocionante e, como disse, surpreendente. 

     1.Wattpad


Autor (a) da resenha: Caroline Oliveira

4 comentários :

  1. Ainda não conclui, mas é uma lindissima história de amor! Apaixonante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, a história é maravilhosa e o final é surpreendente. ;)

      Excluir