Resenha: Um Dia - David Nicholls

Tradução: Claudio Carina
ISBN: 978-85-8057-045-8
Preço: 39,90
Lançamento: 2011-05-11
Páginas: 416
Gênero: Ficção
Editora: Intrísica
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

https://2.bp.blogspot.com/-NK-C-JCHbjY/VfTevF-3OrI/AAAAAAAAAJw/JGDgQEynGoc/s320/
SINOPSE: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou 
naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Esse é um daqueles livros que nos fazem derramar litros de lágrimas, ou ainda para os mais fortes, ficar com um nó na garganta.
"Um dia" conta a história de Emma e Dexter que acabam se tornando amigos no dia que estão se formando na Universidade. Mesmo seguindo caminhos diferentes, os dois continuam se comunicando e relatando por meio de cartas suas aventuras longe um do outro. Porém, o que Dexter não percebe é que, além da amizade dele, Emma o ama como nunca amou nenhum outro. Ela esconde seus sentimentos por achar que seu amigo nunca a olhará como a mulher que é, que ele sempre irá preferir se relacionar com mulheres belas, que mais parecem modelos.

Dexter, então, parte em uma viagem pelo mundo em busca de novas experiências e acaba por trilhar um caminho de sucesso, mesmo que esse não tenha sido, inicialmente, seu objetivo de vida. Emma, por sua vez, tenta salvar o seu próprio mundo, que parece desabar ainda mais conforme os anos passam  e se vê cada vez mais distante de realizar seu sonho de ser uma escritora de sucesso.

Emma acaba encontrando alguém com quem vem a ter um relacionamento de uns sete anos, o que acaba incomodando Dexter, que a cada encontro Emma percebe está diferente, chegando ao ponto de não reconhecê-lo mais.  A vida Dexter, regada a muitas mulheres, bebidas e drogas, acaba entrando em um declínio enquanto Emma aos poucos vai tendo seu talento reconhecido.

Emma é uma mulher com um senso de humor incrível em que, mesmo em meio a situações fora da realidade ao qual desejava para si, ela busca tirar aprendizados e tornar cada etapa de sua vida melhor que a anterior.  Já Dexter é um cara de família de classe média, que só pensa em curtir a vida, sem se preocupar com o futuro. Ele apenas vive o agora.

A obra é narrada em terceira pessoa, marcada pela passagem de tempo vivida pelos personagens tendo como foco os acontecimentos decorrentes do dia dia 15 de julho, o dia de São Swithin. 

"Um dia" é uma história linda, bem construída, que toca nossos corações, que nos mostra o verdadeiro valor de uma amizade e como o amor surge de onde menos esperamos, por pessoas inimagináveis que chegam de mansinho, sem fazer muito alarde e acabam se tornando nosso porto seguro.

A história de Emma e Dexter é surpreendente, emocionante, com personagens cativantes e únicos.

2. Submarino
3.Estante Virtual


Autor (a) da resenha: Caroline Oliveira

0 comentários :

Postar um comentário