Resenha: Um Herói Para Ela - Lu Piras

Nome do Livro: Um Herói Para Ela.
Autor: Lu Piras.
Editora: Novas Páginas (Novo Conceito).
Ano de Lançamento: 2014.
Número de páginas: 334
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ 



Sinopse: Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.


Bianca Villaverde está frustrada pessoal e profissionalmente. Ela é advogada, mas não era exatamente essa sua carreira profissional ideal, ela sonha em ser roteirista de cinema, porém é uma profissão que no Brasil não é bem remunerada, nem mesmo reconhecida. Ela é uma romântica e sonha com seu próprio conto de fadas, com seu próprio final feliz, no entanto ela já tem uma cota mais que suficiente de sapos em sua vida.


“Podiam até ser bons rapazes, mas não eram os rapazes certos para ela, tampouco era ela a escolha certa para eles.”Pag.24.

A mãe de Bianca, vendo que a autoestima da filha está mais que baixa, e depois de ser apresentada a alguns namorados da menina que são seres bem exóticos (o que rende cenas muito engraçadas), resolve tentar ajuda-la. Sem que Bianca saiba, sua mãe e seu pai a inscrevem em um programa de bolsas de uma prestigiada escola americana de cinema.

Bianca consegue a bolsa e agora tem que mudar-se para Nova York, é a primeira vez que a menina terá que se virar sozinha, longe de casa e dos pais, que ela tornou-se tão dependente. Sua dependência foi tanta que mesmo sabendo que não era seu ideal profissional formou-se em advocacia porque seu pai também é advogado. A garota sempre se acomodou, mas chegou a hora de sair da zona de conforto e enfrentar a vida real em busca da realização de seu sonho! 

Chegando a Nova York ela sente-se maravilhada diante da imensidão do lugar, mesmo tendo vivido toda sua vida no Rio, que é uma agitada metrópole.

Bianca vai para o Bronx, onde dividirá o apartamento com outras duas garotas pelos dois meses que ficará na cidade, uma russa Natalya – que na maior parte do tempo é uma bitch- a garota é dona de uma personalidade forte e um temperamento difícil de lidar, mas tem seus bons momentos. Nat trabalha na discoteca El Calabozo, a. A outra menina é Mônica, que também é brasileira, Mona é atriz e dançarina e está em NY em busca de realizar o sonho de estrear uma peça na Broadway. Ao contrario da outra roomate, essa é simpática, divertida e espontânea, Bianca encontra em Mônica mais que uma amiga para dividir os sonhos, preocupações e esperanças, ela encontra uma irmã em quem confiar. 


“-Obrigada, amiga. - Bianca sorriu, aliviada.

-Do que você me chamou?-surpreendeu-se Mônica.
-Amiga.
Mônica pulou no pescoço de Bianca, num abraço desengonçado.
-Ain, que fofa! Não sei como passei sete meses neste lugar sem você, Bia.” Pag.56.

Logo em seu primeiro dia de aula na NYFA (New York Film Academy), ela já tem um dia mais que interessante. Ao pegar o metrô para ir a aula ela da de cara com um homem mal encarado, que só Deus sabe lá o que ele queria fazer com ela, mas é salva por um homem alto e bonito de óculos escuros, que apenas levanta o antebraço mostrando uma tatuagem e o mal encarado se afasta, seu herói misterioso segue seu caminho e vai embora. Já na escola ela conhece Paul, um rapaz lindo, educado, rico e que aparentemente se encanta por ela a primeira vista. Bianca pensa que possivelmente encontrou seu príncipe encantado.


“Se todos os dias começarem agitados como aquele, dificilmente Bianca se sentiria entediada em Nova York.” Pag.58. 


Poucos tempo depois Nat, convida Bianca e Mônica para irem ao El Calabozo, para assistir ao show da banda The Masquerades. (Várias especulações rondam a banda afinal todos os integrantes usam máscaras e ninguém nunca viu os seus rostos). Em certo momento Bianca se afasta das amigas e sem querer se mete em uma situação em que acaba novamente sendo salva pelo tatuado misterioso. Jurando nunca mais voltar ao lugar, a menina logo quebra o juramento, pois é convidada a assistir novamente o show da banda - só que dessa vez o convite veio de um dos mascarados. - Durante o show uma rosa branca é arremessada pelo vocalista sobre seu colo. Encantada com o gesto e curiosa com o mistério, Bianca decide que vai descobrir quem está por trás da máscara.

“Ainda queto meio sorriso. sabia que fora inteiramente dirigido a ela. Sem perceber, ela o havia retribuído, pois tinha certeza de que havia acabado de encontrar o par romântico ideal para sua protagonista.”Pag.95.

Tendo uma visão romântica da situação, Bianca acredita que ao descobrir o homem por trás da máscara descobrirá seu príncipe e também conseguirá um bom material para o roteiro que ela tem que entregar até o final do curso, ela espera encontrar no homem misterioso o herói para sua protagonista. Após algumas semanas a menina suspeita de quem pode estar por trás da máscara, para confirmar sua suspeita ela invade o camarim da banda, e sim ela estava certa sobre quem era o mascarado. 

“-Amiga, se você desvendar o mistério dos mascarados vai ficar na história do Bronx! As piriguetes vão erguer uma estátua em sua homenagem!”- Pag.122.

Porém se ela estava certa sobre o homem por trás da máscara, ela estava errada ao pensar que ele poderia ser o herói de sua estória. O homem que ela descobre não se enquadra nos padrões dos heróis. Mas quem disse que todos os heróis tem que seguir o mesmo estereótipo?

“Não havia o que pensar o que dizer o que escrever sobre um encanto que havia se quebrado.” Pag.135.

Depois da chocante descoberta, novos segredos apareceram envolvendo o agora ex- mascarado, e finalmente Bianca poderá começar a escrever sua própria história, onde ela será a protagonista e decidirá o rumo que tudo irá tomar, aprenderá valiosas lições e concretizará seus sonhos.

Um Herói Para Ela é um livro romântico e divertido com toques de mistério, o que faz com que o leitor se envolva na trama, sempre ansioso para desvendar os segredos e mistérios e sempre curioso para saber o que acontecerá na próxima linha!

O livro é narrado em terceira pessoa, a protagonista Bianca, inicialmente se mostra uma personagem infantil, mas ao longo do livro suas ações evoluem (embora às vezes ela me irrite). Bianca aprende valiosas lições no transcorrer da história, e aprende que ela mesma pode escrever a história de sua vida, ser dona do seu destino e ao mesmo tempo aprende que na vida há adversidades que nos fazem mudar de caminho. O livro é bastante inspirador (pelo menos para mim).

O mocinho não tão mocinho assim da história é um homem envolto em perigosos segredos e mistérios do seu passado, ele tem que resolver suas pendências para poder tornar-se um herói de verdade para Bianca, o que não é nada fácil. E algumas vezes Bianca é quem se torna sua heroína, afinal heróis de verdade não têm sexo nem cor, e sim muita coragem e determinação.

Um pequeno comentário sobre a capa... No título do livro o nome ‘herói’ esta cortado, esse foi um detalhe que me chamou muito a atenção e despertou minha curiosidade e imaginação a respeito da história do livro, pois fiquei imaginando o que poderia significar e criei várias hipóteses, acredito que esse detalhe foi proposital para atrair a atenção do leitor.

Fico muito alegre quando encontro livros nacionais realmente atraentes e que despertam minha curiosidade, parabéns para a Lu Piras, que mostrou ter grande talento para escrever.
Muito indicado.

Boa Leitura até a próxima!!!

Observação:
Antes de Um Herói Para Ela, eu não conhecia nenhuma obra da autora Lu Piras, porém devido ao seu desempenho na escrita desse livro, estou ansiosa por conhecer suas outras obras. Confesso que quando comprei o livro, ele não estava na minha lista, aliás, eu nem o conhecia, apenas tinha visto a foto da capa no meu Facebook, e então como se fosse o destino,dentre tantos outros livros na estante em que estava olhando,foi como se a luz da loja incidisse privilegiando-o e chamando minha atenção, li a sinopse e sem mais nem menos o comprei. E foi um livro surpresa, amei-o, superou tudo o que eu tinha imaginado para ele. E o mais importante: identifiquei-me muito com certas características da protagonista! Super-recomendo! 


2.Submarino
3.Estante Virtual


Autor (a) da resenha: Kessia G. N.

0 comentários :

Postar um comentário