Resenha: Uma Razão para Respirar- Rebecca Donovan

ISBN: 9788561784324
Páginas: 496
Título do livro: Uma Razão para Respirar – Trilogia Breathing, Vol. 01.
Autor: Rebecca Donovan
Editora: Pandorga
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
() Favoritado!



Sinopse: Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. 
Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde.


Uma Razão para Respirar narra a história de Emma, uma garota brilhante, bonita que tira boas notas e tem um bom desempenho nas atividades físicas da escola. Mas, a vida de Emma está longe de ser perfeita. 

Ela sofre uma série de abusos, físicos e psicológicos por parte de sua tia (isso não é um spoiler). Nas primeiras páginas do livro Rebecca Donovan choca os leitores com uma realidade que está muito presente no nosso dia a dia, mesmo que a gente não reconheça. A autora não poupa detalhes e é extremamente difícil ler a narrativa sem se envolver e sem se emocionar com o sofrimento da personagem. 

A possibilidade de uma bolsa acadêmica é a única oportunidade que Emma enxerga para sair de casa e esquecer o inferno que ela chama de vida. Mas ao mesmo tempo, Emma quer cair no anonimato, sem chamar atenção para a situação que vive, por acreditar que isso poderá prejudicar as pessoas que ela ama muito. 


“Por que estava aqui? Sei a resposta. Não foi uma escolha estar aqui; mas sim necessidade. Não tinha nenhum outro lugar para ir e eles não podiam virar suas costas para minha situação. Eles eram a única família que eu tinha e, mesmo assim, não conseguia me sentir grata.”
Porém, esse desejo pelo anonimato não impede que Emma tenha um laço forte de amizade com Sara, uma menina popular que tem uma família amorosa e presente, e é esse laço de amizade que faz com que ela ainda tenha esperança e consiga se afastar em alguns momentos da tão dura realidade. No entanto, é em Evan que Emma encontra o amor, o amor que a faz respirar, que a faz querer viver e parar de sobreviver. Ele que continua insistindo em conhecê-la melhor do que qualquer um e tenta ter um vislumbre do que existe atrás dos muros que ela tão fortemente construiu. Mas será que algo tão puro quanto o amor pode realmente existir em um mundo tão obscuro quanto o dela? 

“Ninguém nunca tentou se envolver comigo e me mantive sozinha. E assim as coisas deveriam se manter: seguras e simples. Como Evan Mathews conseguiu revirar completamente minha plana existência em apenas um dia?”

Gostei muito da leitura, mesmo sentindo uma dor no peito quando Emma sofria as agressões. É muito natural a pessoa que sofre agressão se sentir culpada, como se ela mesma provocasse essa reação no agressor. Emma procurava não ser vista pela tia, não queria que Sara ou Evan a denunciasse com medo dos primos perderem a família e procurava fazer tudo para não os incomodar. 

A autora descreve muito bem as cenas em que Emma sofre as agressões, suas reações, a forma de como ela enfrenta as situações. Emma usa a respiração como uma forma de libertação, como se fosse a única forma dela viver livre. 


“Eu sabia, naquele momento, eu nunca iria amar alguém na minha vida do jeito que eu amava Evan Mathews.”

Emocionante, triste, violento, mas com partes lindas, quando ela reconhece seu amor por Evan, por exemplo. O romance, no entanto, não foi muito desenvolvido no livro. Porém, fica bem delimitado na narrativa que esse momento é o início de uma nova vida para Emma. A violência, claro, é o tema principal da história e suas implicações quando o ato é descoberto pelos professores na escola. Seu tio fica a margem da história, cego e omisso, se negando a enxergar as agressões da esposa. 

Uma Razão para Respirar é uma história de superação que irá te emocionar, te deixar com raiva, te ferir, vai te deixar frustrado, mas vai te fazer refletir sobre uma realidade tão difícil através da belíssima escrita de Rebecca Donovan! 

“No equilíbrio entre o amor e a perda, seria o amor que me faria lutar para…Respirar.”

Um livro que te faz sentir e refletir de forma tão verdadeira... preciso mesmo dizer o quanto recomendo a leitura desse livro? O livro faz parte de uma trilogia chamada de Breathing e todos os três livros foram publicados pela Editora Pandorga, o segundo livro se chama Quase sem Respirar e o último volume se chama Eu escolhi Respirar.

Autor (a) da resenha: Luan Henrique de Almeida

2 comentários :

  1. Olá!
    Me arrepiei toda lendo a resenha, vou colocar na minha lista para ler. A capa é muito bonita, e penso eu que tem tudo a ver com a história, ela praticamente se agarrando no personagem, como se precisasse dele exatamente para respirar.
    Adorei a resenha.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Olá Leitora Cretina, muito obrigado pelo elogio a resenha.
    Eu indico muito a leitura desse livro, pois definitivamente foi uma das melhores leitura do ano passado. Foi a resenha que eu mais estava ansioso em postar no blog, você entendeu perfeitamente a mensagem transmitida pela capa, um livro lindo, comovente e os personagens são muito cativantes. Aborda um tema polêmico sem deixar de transmitir uma linda mensagem.
    Beijos :)

    ResponderExcluir