Resenha: Paixão Sem Limites - Abbi Glines

Título: Paixão Sem Limites
Série: Sem Limites #1
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 192
Edição: 2013
Pontuação:  ♥ ♥ ♥ ♥

Sinopse: Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.


Blaire é uma menina jovem mas que já passou por muitas coisas na vida. Sua adolescência toda foi dedicada a cuidar da mão doente de câncer e lidar com a perda de sua irmã gêmea que morreu em um acidente de carro ao qual seu pai dirigia. Depois desse fato, tudo mudou na sua vida e logo depois de ser abandonada pelo pai que não conseguia olhá-la mais como antes, ela tem que cuidar da mãe. E tudo isso quando era apenas uma garotinha.

Após a morte da mãe e ter que vender a casa em que viviam para pagar as dívidas médicas, Blaire resolve pedir ajuda ao pai que agora está casado outra vez. Acontece que quando ela chega ao endereço que o pai manda, em Rosemary, não só encontra uma casa cheia de gente dando uma festa, como também não encontra seu pai que está em Paris viajando com a esposa. E para piorar a situação, o verdadeiro dono da casa, Rush, parece não se importar nem um pouco com o fato dela não ter um teto para passar a noite.

"– Fique longe de mim, Blaire. Você não vai querer chegar muito perto [...]."


No entanto, após convencer Rush de que não será nenhum incômodo, o bad boy oferece-lhe o único quarto vago da casa, até que a mãe Georgiana e o pai de Blaire retornem da viagem, o quarto de empregada. Claro que Blaire aceita, já que é isso ou dormir na rua. O problema será resistir a se apaixonar por Rush, um homem arrogante, que usa as mulheres e depois as descarta, mas que ela sente ser totalmente diferente por dentro. Blaire consegue ver além do que ele demonstra ser e isso os aproxima a cada dia de convívio.

“Sentia uma atração por ele que não conseguia explicar. Quanto mais ele mantinha distância, mais eu queria me aproximar.” Blaire


 Blaire acaba arrumando um emprego em um Clube, entregando cerveja aos jogadores de golfe, e vira um sucesso entre os homens. Até o filho do dono do clube, Woods, rende-se a seus encantos. E claro que Rush não gosta nada da aproximação dos dois.


“Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. Você é... perfeita, intocada. E no final nunca me perdoaria.” Rush


A obra é narrada por Blaire, em que vemos a narrativa toda sob o ponto de vista dela. O enredo se passa todo em Rosemary, um lugar litorâneo, e temos a oportunidade de conhecer personagens secundários que farão parte de outras histórias da série. 

Logo quando iniciei a leitura, achei Rush um tremendo babaca. Rush Finlay é filho de um famoso astro do rock, com quem sua mãe teve um caso e engravidou. Rush é rico e tem tudo que deseja, mesmo que isso não queira dizer nada a Blaire, já que ela é bem simples. Quando Woods entrou em cena e até mesmo Grant, eu torci para que Blaire desse uma chance a um dos dois. 

Blaire é uma garota inocente, que não teve muitas experiências na vida. Achei que ela seria mais difícil em relação as investidas de Rush e me decepcionei com sua entrega tão rápido. Ainda mais depois de todas as humilhações que ela passa por causa da irmã dela, Nan, e até por ele mesmo.

Rush guarda um segredo e por isso ele tenta de todas as formas afastar Blaire dele. Mas chega um momento que ele não consegue mais esconder seus sentimentos, de mostrar quem ele realmente é. Sem falar que ele fica dividido entre a irmã e a mulher que ele descobre está apaixonado.


“... Eu afasto as pessoas, Blaire. É um mecanismo de proteção que eu tenho. Mas de você eu não quero me afastar.” Rush


Em geral, a história foi divertida, fluída, e no final a autora conseguiu levantar a história e fazer com que o leitor deseje ler os próximos livros. Até mesmo Rush acaba conquistando o leitor e depois você percebe que tudo que ele fez era para protegê-la, mesmo que acabe agindo de forma errada.

Recomendo a leitura para quem gosta de um New Adult leve, descontraído e também cheios de emoções. 

“Seus olhos nunca deixaram os meus. Eu segurei seu olhar. Eu podia ver a tempestade em seus olhos. Eu sabia que ele estava confuso. Eu podia ver o medo. Depois, houve o amor. Eu vi. O ardor nos olhos. Eu acreditei. Eu podia vê-lo claramente. Mas já era tarde demais. O amor não era suficiente. Todo mundo sempre disse que o amor era suficiente. Não era. Não quando sua alma foi quebrada.”


Próximo livro da série:




Autora da resenha: Caroline Oliveira

4 comentários :

  1. Eu sou apaixonada por essa série e amei a sua resenha, Carol! Grant é minha grande paixão nessa série! :)

    ResponderExcluir
  2. Oii Carol!!
    Ahh eu sou apaixonada por esse livro! Sério, é o melhor da série, fiquei totalmente envolvida com a história... O problema é que a série Rosemary Beach é grandinha, e os últimos livros que eu li não gostei tanto assim como os primeiros com a história de Rush e Blaire.
    Sua resenha está linda! Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto muito dessa série, mas de todos os livros que li até agora, o de Grant é meu preferido.
      Obrigada, Leisi, pelo carinho sempre.

      Beijoss

      Excluir