Resenha: Sr. Daniels - Brittainy C. Cherry

Título: Sr. Daniels
Autor (a): Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance / Drama / New Adult
Páginas: 310
Ano: 2015
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
() Favoritado!

Sinopse: Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos. 

Ashlyn não sabe qual o sentindo de viver, pois, após perder sua irmã gêmea, não consegue mais se conectar com a vida. A relação com sua mãe que sempre foi difícil, se torna cada vez pior em decorrência do distanciamento que, aquela que deveria lhe amar acima de tudo, lhe impõe. Ela é obrigada a se desfazer de tudo o que conhecia até então e é mandada para casa de seu pai com quem não tinha nenhum laço afetivo. Durante a viagem de trem que a levaria para longe, ela conhece um rapaz de belos olhos azuis e que toca seu coração ferido. Ela não sabe porque, mas algo a conduz a ele, mesmo quando tudo o que ela tem vontade de fazer é chorar desesperadamente.

“As pessoas sempre diziam que, com o tempo, tudo vai ficando mais fácil quando se perde alguém. Diziam que, com o tempo, ia melhorar. Mas eu não conseguia entender como isso poderia acontecer. A cada dia, tudo só se tornava mais difícil. O mundo só ficava mais escuro. A dor apenas se aprofundava.”

Os dias se passam e tudo parece tão terrível como ela imaginava. Seu pai não sabe o que fazer com ela e a sua madrasta pretende ser um modelo de perfeição. Por sorte, os seus novos irmãos se revelam pessoas melhores do que ela esperava e logo desenvolve uma relação de profunda afeição com eles. Mas nada disso consegue tirar o garoto do trem da sua cabeça, e quando ela vai ao lugar que sabe onde o encontrar, a atração continua ali, tão densa que se torna quase palpável. Daniel Daniels, esse era o nome dele. Ela só não esperava que o mesmo garoto que a encantou com a sua música e a sua paixão por Shakespeare, seria o seu professor de Inglês. Sem saber como lidar com essa nova informação, ela tem que aprender a controlar com os seus sentimentos pelo Sr. Daniels ao mesmo tempo em que precisa encontrar uma maneira de superar a ausência de sua irmã. 

“Havia dois tipos de luto. Aquele em que a pessoa abria seu coração para o mundo, sem deixar de dar valor às coisas, e vivia cada dia como se fosse o último. E aquele em que a pessoa se fechava e vivia em seu próprio mundo, incapaz de se conectar com os outros.”


O livro é perfeito! Eu amei a construção de todos os personagens, é muito lindo o romance de Ashlyn com o Sr. Daniels e os personagens secundários deram toda uma alegria na história, como os irmãos que Ashlyn ganhou Haylen e Ryan.

A escrita da autora é de uma simplicidade, além de bastante viciante, pois desde a primeira página eu não conseguia parar de ler e foi algo que me tocou imediatamente. Cheguei até a ficar com dó de terminar a leitura e me afastar dos personagens.

“Não importa o que aconteça, não importa quantas vezes você lide com ela, a morte não fica mais fácil.”

O que também me encantou foi o fato dos dois personagens não serem perfeitos, visto que todos tem seus defeitos e não é uma história totalmente clichê. A personagem Ashlyn não é daquelas garotas virgens e idiotas que se vê muito nos livros atualmente e o Sr. Daniels pode até ser muito bonito, porém também não é perfeito. Daniel tem dificuldade em  escolher um caminho a seguir, medo de lidar com as consequências e com tudo o que envolve suas decisões.

A banda Romeo's Quest abre todos os capítulos com trechos de músicas que, infelizmente, não existem na vida real (tudo foi criação da autora). Eu diria que Sr. Daniels é um livro encantador, pois retrata dramas familiares, amor, amizade e superação! 

“Coisas terríveis aconteceram na minha vida E eu venho percebendo que se não dizemos o que precisamos dizer quando temos chance, acabamos nos arrependendo depois. Mesmo se estiver zangada, diga. Grite para o mundo, enquanto ainda tem uma chance. Porque uma vez que a vida passa, essa oportunidade não volta. E as palavras não ditas também se perdem para sempre.”


A edição do livro está simples, páginas amareladas, letras em bom tamanho e a narrativa é feita em primeira pessoa e somos presenteados com alguns capítulos narrados pelo Sr. Daniels.
Se você deseja ler um livro que vai mudar a sua vida, então eu recomendo que leiam Sr. Daniels, e posso dizer que está entre os melhores New Adult's que já li na vida.

“- Eu não disse que seria fácil. Só disse para ir em frente. Além do mais, as melhores coisas da vida não são fáceis. Elas são difíceis, são cruas e dolorosas. Isso torna a chegada ao destino final muito mais interessante.”

2 comentários :

  1. Fala, Luan! Beleza, cara?

    Preciso ler este livro, pois só vejo resenhas positivas, assim como a sua. Parabéns!

    Forte abraço,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Danny. Beleza, leia e depois me conta o que achou. Obrigado!

      Excluir