Resenha: O Príncipe das Sombras - Sylvain Reynard

Título: O Príncipe das Sombras
Título original: The Prince
Série: Noites em Florença
Autor: Sylvain Reynard
Tradução: Fernanda Abreu
Edição: 2015
Nº de Páginas: 128
Editora:  Arqueiro
Pontuação♥ ♥ ♥ ♥ ♥
() Favoritado!

Sinopse: Um conjunto muito valioso de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia, de Dante Alighieri, é exposto na Galleria degli Uffizi, em Florença. O dono das peças é o famoso professor de literatura Gabriel Emerson. Quando se deixou persuadir por sua amada esposa, Julianne, concordando em dividir com o mundo a beleza daquelas obras de arte, Gabriel jamais poderia imaginar que estaria atraindo para si um poderoso inimigo.
Mais de um século antes, aquelas mesmas ilustrações foram roubadas de seu verdadeiro dono, o Príncipe de Florença, uma criatura sobrenatural e misteriosa que governa o submundo da cidade e há muito não sabe o que é o amor. Agora um dos seres mais perigosos da Itália está disposto a recuperar o que lhe pertence e se vingar de Gabriel e Julianne. Mas logo seus planos são frustrados. Um atentado o obriga a deixar os Emersons de lado, afinal ele precisa resolver assuntos muito mais importantes. Tanto seu principado quanto sua própria vida parecem estar em risco. Passado na cidade mais artística da Itália, O príncipe das sombras é uma incrível introdução à nova série de Sylvain Reynard, Noites em Florença, e vai deixar os leitores com gostinho de quero mais. 



O Príncipe das Sombras é um livro introdutório da nova série de livros do autor Sylvain Reynard, que se tornou mundialmente conhecido e aclamado graças à trilogia O Inferno de Gabriel.

Na verdade, ainda dentro da trilogia do nosso amado Professor, Sylvain já abre uma porta para sua nova história. Em A Redenção de Gabriel, durante a exposição das ilustrações, Julia nota, durante a narrativa, um homem loiro meio esquisito, com o ar misterioso, a quem Gabriel não gosta nada pela forma como ele olha para sua amada. A sua aparição é bem rápida e temos e depois desse momento, o autor nada mais aborda sobre o rapaz misterioso. Eu achei estranho, afinal, Sylvain não ia nos deixar com uma ‘pulga’ atrás da orelha a troco de nada. Eis que pouco tempo depois surge a notícia de sua nova série, onde o tal loiro esquisito será o próximo protagonista.

Nesta pequena e incrível introdução, conhecemos o lado sombrio de Florença, a romântica cidade onde Gabriel e Julia viveram alguns dos seus momentos mais marcantes e românticos se tornará palco para uma nova história, dessa vez mais sinistra, cheia de segredos e perigos. 

Depois de mais de um século em busca de suas preciosas ilustrações de A Divina Comédia, pintadas por Botticelli em pessoa (que chique querido!), finalmente o Príncipe de Florença as encontra. Porém, estão em exposição na Galleria degli Uffizi. E para piorar, o homem que alega ser o dono das obras, Gabriel Emerson, se gaba orgulhoso ao lado de sua esposa. O que enfurece ainda mais o Príncipe. 

“O Príncipe já havia matado antes. Era criterioso na escolha de suas vítimas, e apenas em raras ocasiões tirar a vida de alguém lhe dava prazer. Aquela seria uma dessas oportunidades. ” 

Sendo um predador nato e governante temível do submundo de Florença, ele resolve esperar o momento certo para fazer sua justiça. Ele persegue o casal com intuito de matar a ambos de forma fria e violenta. No entanto, ao presenciar um dos momentos de intimidade do casal Emerson, começa a analisar os dois e a se lembrar de momentos como aquele, ao qual tivera há muitos anos. O Príncipe percebe que Julia, a esposa de Gabriel é uma mulher benevolente e de bom coração, enquanto ao marido era um ser orgulhoso, soberbo e arrogante. 

Entretanto, o Príncipe é privado de seu momento de vingança quando sofre um atentado. Inúmeros guerreiros tentam lhe tirar a vida, o que é um ato infrutífero, já que com seu imenso poder sobre humano e agilidade, ele aniquila rapidamente seus inimigos. Sua cidade agora está em perigo e, como um bom príncipe, essa se torna sua prioridade: proteger sua cidade e descobrir o mandante daquele ataque. 


O Príncipe passa, então, a seguir uma pista dada por um dos guerreiros antes de morrer. Seu novo objetivo é saber quem teria tal ousadia de desafiar a ele, um dos seres mais poderosos de Florença e em sua própria cidade. 



“O Príncipe teria sua vingança, e nem mesmo a santa memória de seu amado mentor poderia detê-lo.”



Eu sou suspeita para falar, pois sou fã de Sylvain Reynard. Mas, devo dizer que sua genialidade continua intacta. Estava receosa sobre essa ponte entre O Inferno de Gabriel e Noites Em Florença, porém o autor soube encaixar os fatos com maestria. Ele criou essa ponte entre as duas histórias e fez com que os fãs da trilogia anterior se tornassem curiosos e sedentos por sua nova obra (eu sou um desses fãs^^).

Assim como sua obra anterior, está também é narrada em terceira pessoa. De forma fluida, o autor consegue nos dá o panorama completo do que se trata a nova série, construindo bases para entendermos os livros seguintes da série. 

O livro é envolto de suspense e a própria narrativa não revela muito sobre a espécie do Príncipe, ou mesmo sobre sua origem, ou mesmo seu nome é revelado. Todos se referem a como ‘o Príncipe’. Aliás, ele é um personagem bastante intrigante: charmoso, peculiar, misterioso e com uma frieza glacial. O Príncipe é um ser cheio de ódio e desprovido de misericórdia, dono de uma personalidade caótica e desequilibrada.

Para ‘lacrar’ ainda mais, o cenário não poderia ser outro senão a Itália. Confesso que sou fascinada por este país e Florença é descrita com tamanha riqueza de detalhes, que é como se eu estivesse lá, vendo os fatos acontecerem de camarote.

Ok, chega de falar! Se ficou curioso, corre pra ler e se deliciar com mais essa história incrível do autor!

Próximo livro da série:


Autora da resenha: Kessia G. N.

6 comentários :

  1. Oiii! Adorei a resenha, ainda não conhecia esse livro. Gostei bastante da história, fiquei curiosa também sobre a série de Gabriel.

    *Beijokas-Hellen Barros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sylvain Reynard é um autor maravilhoso! E se puder leia a trilogia O Inferno de Gabriel e a série Noites Em Florença, acredito que vai gostar bastante.
      Bjus :*

      Excluir
  2. Amei o livro mas fiquei com um pé atrás com o William por causa dessa vontade dele de matar o Gabriel, mas ele já subiu no meu conceito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tmb fiquei, quase me neguei a ler, mas gracas a uma amiga que insistiu eu acabei lendo e me apaixonei!
      Beijos :*

      Excluir
  3. Oi, Késsia! Tudo bem?

    Gostei muito de sua resenha: linda!
    Quero poder ler esse livro, pois da autora, porém, somente ler a saga anterior "O Inferno de Gabriel", único livro lido.

    Beijos!
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan, tudo bem Comigo, e você?
      Quando tiver tempo leia! Tanto a trilogia O Inferno de Gabriel quanto Noites Em Florença, são ótimos!
      Beijos <3

      Excluir