Entrevista: Valentina K. Michael

O Blog Carpe Diem Literário entrevistou a autora Valentina K. Michael, uma mineira de 24, que começou com 15 anos a criar suas primeiras histórias por meio de fantics. Hoje, possui um livro publicado pela Editora Pandorga, Deliciosa Obsessão, que logo na primeira semana esgotou o número de vendas. Além deste, possui três e-Books publicados na Amazon, Admirador Secreto, 12 Chances para o Amor e O Terapeuta. Todos os seus livros saíram na revista Veja como os e-Books mais vendidos. Confira nossa entrevista com a autora!



1 - Conte-nos um pouco sobre você. 


Tenho 24 anos, até maio. Sou mineira e no momento além de escrever, faço faculdade. Gosto de filmes de terror e romance, amo reality shows. 

2- Como você descobriu seu dom para a escrita? 

Quando comecei a escrever fanfics e postar no Orkut. 

3- Como ocorre seu processo de criação? Você busca inspiração em algo ou a história simplesmente flui e você a transcreve? Tem algum horário em que se sinta mais a vontade para escrever? 

Tenho um horário bom para escrever, mas não por causa de inspiração e sim por causa do tempo. Eu sempre escrevo depois das nove da noite. Sobre o que me inspira, não tem algo especifico. As vezes fatos do cotidiano me dá ideia para uma historia. 

4-Quanto tempo, em média, você leva para escrever um capítulo? 

Depende. Ás vezes em um dia, se eu pegar direto sem parar. Mas quando o capitulo é complexo, ai eu preciso parar, descansar, distrair a mente. 

5-Você tem algum escritor (a) que é seu referencial na escrita? 

Eu não tenho um especifico. Tenho vários que amos os livros, para me inspirar mesmo em trama e em modo de conduzir a historia. 

6- Têm algum, ou alguns, autor (es) favorito (s)? Se sim, qual ou quais? 

Nacional tem a Mila Wander, Julianna Costa, Patrícia Rossi, entre outras. Internacionais tem a Emma Chase, Jodi Elen Malpas, Sidney Sheldon, Norah Roberts, entre outros.

7 – Algum livro ou autor te inspirou ou inspira? 

No início sim, 50 tons de Cinza foi o gatilho para eu escrever um livro. 

8 – Tem algum livro ou personagem favorito? 

Eu amo muito o livro Atraído da Emma Chase. 

9 – Qual o seu personagem favorito dentre os livros que já escreveu? Por quê?

Enzo e Malu de Deliciosa Obsessão. 

10- Qual a cena mais difícil que já escreveu? E qual a que mais gostou? 

A cena mais difícil foi o Lorenzo relembrando o que lhe aconteceu quando era criança em Chefe Secreto. A que mais gostei foi o primeiro encontro de Sawyer e Marianne no consultório dele, em O Terapeuta. 

11 – Teve algum momento crítico enquanto escrevia que a fez pensar em desistir? 

Não diria crítico. Já pensei em desistir devido a grande pressão da família e a falta de tempo de conciliar estudo com assistência aos leitores. 

12 – Como é a sua relação com seus leitores? 

Muito Boa. Pelo menos eu tento (rsrsrs). 

13 – Como lida com os comentários e críticas dos leitores? Já recebeu alguma crítica que te fez pensar em desistir de escrever? 

Não. Nunca nenhuma crítica me fez pensar isso. Eu lido muito bem, atualmente. No início ficava um pouco mexida, mas era por que não tinha conhecimento com esse meio. 

14 – Como autor (a), quais seus sonhos e objetivos? 

Ver todos os livros publicados, seja independente ou por uma editora. 

15 – Como seus personagens surgiram? Inspirou-se em alguém para criá-los? 

Não. Nenhum foi inspirado em uma pessoa. Já usei características de pessoas que conheço para colocar neles. A criação de cada vem numa boa, junto com o enredo da historia. 

16- O Wattpad, Widbook e Luvbook tem sido meios muito importantes para os novos escritores divulgarem suas histórias. Conte-nos como foi sua primeira experiência com uma dessas plataformas e como foi a repercussão da sua primeira obra postada. 

Eu só uso o Wattpad. Eu fiquei meio amedrontada quando conheci a plataforma e antes de tudo fui conhecer como era, quais eram os autores, na época que entrei existia poucos livros. E quando postei minha primeira historia, não foi bem aceita. Tanto que eu desisti dela. De 10 capítulos teve apenas 800 leituras. Mas eu desisti dessa historia e criei outra, daí veio Deliciosa Obsessão. 

17- Qual a maior dificuldade que você considera em publicar seus romances? 

Bom, encontrar uma editora. Só isso, mas agora estou pesquisando como publicar independente, para não precisar esperar. 

18- Qual foi a pessoa que mais incentivou você a escrever e publicar suas histórias em uma das plataformas de escrita? 

Meu irmão. Ele esteve comigo desde o comecinho e foi o primeiro a saber meus planos e ler um capitulo do livro. 

19- (Renata Forgaça) Há um tempo você comentou que gostaria de escrever algo com uma pegada de suspense, meio policial. Já tem algo em mente? 

Tenho (rsrsrs). Meu Adorável Selvagem irá por essa linha. Só me preocupo em ter imaginação o suficiente para ligar todos os pontos e impedir que o leitor descubra segredos antes da hora. 

20 - (Renata Forgaça) Qual foi o livro mais difícil de escrever até agora? 

O de Lorenzo, por causa de todo drama envolvido. Mas o do Magno está sendo muito difícil também, por causa de muita coisa de sexo que eu nem sabia, porém preciso pesquisar um pouco mais. 

21- (Lohrany Medeiros) Tem algo em mente para um livro de época? 

Sim, tenho todo um enredo em mente. Espero conseguir escrever algo de época. É bem difícil, não pode usar gírias e tal (rsrsrs). E não será hot, será mais fofinho. 

22- (Thais Mendes) Valentina, antes de você se tornar escritora, quais eram seus sonhos, o que você desejava para seu futuro? Pensava em fazer algo totalmente diferente do que faz agora? 

Sim (rsrs). Meu sonho era ser médica. Eu escrevia apenas para passar o tempo e colocar para fora as ideias. Com o tempo foi ganhando mais força e acabei me deixando levar. 

23 – Qual foi a sua inspiração para escrever 12 Chances para o Amor? Por que logo um escorpiano? 

Eu não me lembro de onde foi que me inspirei (rsrsrs). Acho que foi umas cuecas de signo que vi se não me engano. Sobre ter escolhido o escorpião, eu acho bem mais instigante e perigoso. 

24 – Você escrevia fantics sobre o quê? 

Sobre X- men. Basicamente romantizando as histórias com foco no casal principal (rsrsrs).

25- (Bianca Ferreira) Já encontrou alguém na rua e quis fazer dele ou dela um personagem? 

Já (rsrsrs). Quase todos os dias. É cada beleza que se encontra por aí. 

26- (Bianca Ferreira) Como foi começar a escrever? Antes de postar as fics no Orkut, você escrevia ou foi ali que tomou coragem? 

Antes, bem antes. Eu nem tinha computador (rsrsrs). Escrevi algo que nem chamo de livro, foi em um caderno normal e eu dei minha mãe para ler e corrigir. Ela é professora de português (aposentada agora) e aí ela perdeu o caderno na escola. Nunca mais vi. Não era romance, era sobre um homem que perde a filha e a mulher em um acidente. E no outro carro apenas uma menina de 10 anos escapa e ele a pega para criar. A história se chamava Cecília. 

27- Qual os seu conselho para os jovens escritores que estão surgindo? 

Que não desistam frete as dificuldades. Vai ter, até para autor mais renomado elas existem. 

28– Você tem novos projetos em mente? Se sim, poderia nos contar um pouco sobre o que se trata a obra? 

Sim, tenho uma série que deve começar no segundo semestre desse ano. Cada livro contará a historia de um casal e pretendo focar mais na relação e até tentar montar um enredo investigativo para o hot não ser o ponto central. 

29- Você tem pretensão de experimentar outros estilos literários em sua escrita? 


Sim, tenho muito desejo de me aventurar em outros estilos, inclusive em deixar meus livros mais leves na questão hot. 


30- Como você se vê daqui a cinco anos profissionalmente? Quais são seus sonhos e expectativas referentes à escrita?

(rsrsrs) Eu ainda não pensei tão longe. Mas eu acho que até o fim desse ano, a maioria dos meus livros estarão publicados e cada um poderá ter um exemplar na estante. Meus sonhos e expectativa é que continue no mesmo ritmo que está. 


3 comentários :

  1. Parabéns ao Carpie Diem Literário pelo mês de divulgação. As postagens foram excelentes. Parabéns pela entrevista, perguntas bem formuladas que nos permitem conhecerem um pouco mais sobre a autora.

    ResponderExcluir
  2. Oi, não conhecia a autora, mas ontem depois da Live que vcs fizeram, fiquei curiosa, com certeza irei incluir a indicação na minha listinha.
    Parabéns pela entrevista, foi ótimo conhecer um pouco mais da autora.

    ResponderExcluir
  3. adorei a entrevista, não conhecia a autora, mas acho legal ver autores não muito conhecidos serem expostos por blogueiros

    ResponderExcluir