Resenha: Eu Odeio Te Amar - Liliane Prata

Título: Eu Odeio Te Amar
Autor (a): Liliane Prata
Editora: Gutenberg
Gênero: Romance/Chick-Lit
Nº de Páginas: 240
Edição: 2015



Sinopse: Débora estava prestes a viver o dia mais feliz de sua vida. Tudo estava pronto para o casamento perfeito com Felipe, o noivo mais lindo e fofo que alguém poderia ter. O apartamento estava arrumado, e todos os detalhes da lua de mel na Grécia, acertados. Até um novo emprego na redação de uma revista feminina a esperava na volta da viagem. Seria o começo de uma nova etapa de uma vida com a qual ela sempre sonhou. Na véspera da cerimônia, o noivo precisou ficar até mais tarde no escritório para resolver as últimas pendências, e ela resolveu fazer uma surpresa e aparecer sem avisar. Mas quem foi surpreendida foi ela: pegou Felipe em flagrante com a irmã do sócio, na situação mais comprometedora possível. O que fazer? Armar um escândalo e terminar tudo? Esquecer o que viu, casar e ser feliz para sempre? O que fazer quando se sente, ao mesmo tempo, um amor profundo e um ódio avassalador? Para Débora, a resposta é: criar um plano maluco para sair dessa situação e dar a volta por cima!


Narrado em primeira pessoa, Eu odeio te Amar é um romance repleto de reviravoltas. Com uma escrita leve e divertida, Liliane Prata ressalta o fato de que, por mais difícil que nossa situação seja, sempre podemos dar a volta por cima, assim como acontece com Débora, nossa protagonista, que está prestes a se casar. Ela conhece o noivo desde a adolescência e confia nele plenamente. Contudo, a tal confiança vai para os ralos quando Débora faz uma visita ao escritório do noivo nas vésperas do casamento e se surpreende ao flagrar a traição por parte dele.


“Uma parte de mim (a parte mais racional, acho) me diz para eu terminar tudo. Mas o resto de mim, eu preciso admitir… O resto de mim não quer admitir que esse sonho acabou, sabe?”

Magoada, desolada, confusa, e com muita raiva da situação, Débora decide que não vai cancelar o casamento e que fará Felipe pagar na mesma moeda pelo que fez com ela. Agora ela quer vingança e seu plano é fazer Felipe sofrer. O único problema é que Débora o ama. Será que o amor que ela sente e o ódio poderão caminhar juntos?


“Fecho os olhos e quero aproveitar o momento ao lado deste homem que eu tanto amo, mas uma parte de mim, uma parte que não aguenta mais viver essa montanha russa de sensações em relação ao Felipe desde que casei... Essa parte faz questão de me lembrar da curtida da Luma mais cedo, da chamada não atendida porque a gente estava jantando, (...)”


Desde as primeiras páginas, fica nítido a habilidade da autora em envolver o leitor. Através de uma escrita fluida, rápida e muito divertida, o avançar da leitura se torna natural, bem como a proximidade com a protagonista. Além disso, os vários diálogos entre os personagens, especialmente através de SMS e redes sociais, contribuíram ainda mais com a fluidez da leitura.

Embora o livro seja bastante leve e divertido, foi impossível não me envolver com os sentimentos da protagonista, ficando algumas vezes bastante angustiado com suas atitudes e escolhas, desejando que ela passasse a enxergar os fatos com mais clareza e maturidade, para que então pudesse tomar as melhores decisões. Vale ressaltar também que, a presença de sua melhor amiga, Sofia, contribuiu muito com a história, devido à sua sensatez e conselhos  dados à Débora.


“Eu queria desabafar, falando que minha chefe pede para as leitoras terem ‘autoestima’ e ‘gostarem de si mesmas do jeito que são’ enquanto ela própria se xinga de todos os nomes quando come meia colher de café de Nutella, mas melhor deixar quieto.”


Confesso que nos últimos capítulos a trama me decepcionou bastante, deixando a desejar em alguns pontos devido a velocidade com que os acontecimentos eram resolvidos. Também não me agradou a forma como as emoções da Débora, trabalhadas de forma tão intensa ao longo da obra, pareceram um tanto quanto superficiais nesses capítulos, sendo que, a explicação dada aos fatos que originaram a história em nada me convenceram, fazendo com que eu me sentisse alheio e extremamente descontente com a resolução da trama.


Enfim, ainda que a leitura tenha me desapontado, recomendo o livro para aqueles que curtam o gênero literário e que procuram algo leve e divertido.


1. Saraiva
2. Buscape
3. Amazon

2 comentários :

  1. Esse livro é uma verdadeira propaganda enganosa. Hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha muita vontade de ler esse livro, mas depois de algumas resenhas que li e lendo a sua agora, meio que desisti dele! Uma pena!

    ResponderExcluir