Resenha: Contra todas as probabilidades - Renata Corrêa

Título: Contra todas as probabilidades
Autor (a): Renata R. Corrêa
Editora: *publicação independente

Nº de páginas: 229
Edição: 2017


Sinopse: A vida profissional de Ana, uma jovem e solitária decoradora de interiores, órfã de pai e mãe, estava ótima, já sua vida pessoal andava de mal a pior. Até que um certo dia, após ouvir uma bela canção de amor no rádio, começou a se sentir diferente, quando teve um pressentimento de que sua vida estava prestes a mudar, como se aquela melodia, cantada por uma incrível voz rouca, tivesse tocado seu coração. Ela se apaixona então, platonicamente, pelo músico Marcus, o vocalista da banda que tocava na rádio, e acaba o conhecendo de uma forma inusitada. Depois desse encontro, sua vida nunca mais será a mesma.

Contra todas as probabilidades faz referência à improbabilidade da história de amor entre Ana e Marcus, por viverem em realidades diferentes, cidades diferentes, estarem envolvidos em relações diferentes e, mesmo assim, unirem seus corações. É uma história bonita de amor, de dor, de sofrimento, mas principalmente de aprendizado e de recomeços. O livro inspira esperança porque permite ao leitor acreditar que tudo pode melhorar desde que não se desista, mesmo contra todas as probabilidades.

"Existem amores que acontecem mesmo contra todas as probabilidades, não concorda?"

Ana é uma decoradora de interiores, sem ninguém na vida além de seus amigos. Órfã de pai e mãe, aos 18 anos sofreu mais uma perda com a morte de seus avós, passando a morar sozinha em uma casa decorada e projetada por ela mesma.

“Foi triste e trágico. Senti-me abandonada, mesmo sem compreender direito as coisas, sem entender como funcionava o mundo dos adultos... Só tive uma certeza naquele dia: a de que nada mais seria como antes.”

Sucedida profissionalmente, Ana é uma mulher que vive para o trabalho, sua maior paixão, embora sonhe em encontrar alguém que a ame de verdade, que a faça feliz e que seja um companheiro e a tire dessa vida solitária.

Marcus, por sua vez, é um homem que vive em uma nova realidade totalmente diferente da de Ana. Ele é o vocalista da banda 330 Hertz, que vem conquistando as paradas de sucesso no país e arrastando uma legião de fãs por onde passam desde que ganharam um reality show.

Marcus era uma paixonite, um sonho inalcançável, mas conhecê-lo melhor me fez perceber que o que sinto por ele é bem real, que ele é bem real, alcançável.

E claro que Ana também se ver envolvida pela música de sucesso da banda que não para de tocar nas rádios "Diga sim". Toda vez que ela ouve a música sente uma emoção e volta e meia se pega perdida em pensamentos em saber quem é o dono da voz linda e rouca que canta com tamanha emoção.

O que Ana não sabe é que Marcus, o dono da linda voz, acaba de terminar com sua namorada de infância e ver todos os planos e sonhos que planejaram juntos se destruírem pelo fato de sua ex Fabiana não suportar o assédio das fãs e da mídia.

Mas o destino se encarregará de unir esses dois corações não apenas uma, mas várias vezes. A primeira ocorre quando os amigos de Ana a levam a um show da banda em que a moça é chamada ao palco para cantar com o Marcus. Nesse momento algo mágico começa a acontecer entre eles.

O segundo encontro será armado por Ana que irá querer reencontrá-lo e ela faz isso indo até o hotel em que a banda está hospedada. Mas, alguém surge na vida de Ana, André, e os dois começam a ter um relacionamento.

No entanto, o destino mais uma vez agirá e se encarregará de juntar o destino dessas duas almas apaixonadas, mesmo contra tidas as probabilidades.

A obra é narrada em primeira pessoa, do ponto de vista tanto da Ana como do Marcus, com uma linguagem singela e uma escrita fluida. O enredo é leve, sem muito apelo sexual, dando um ar de contos de fadas, mesmo que os personagens sejam bem maduros. Mas quem não deseja viver uma linda história de amor tão ou mais linda que as dos contos de fada?

Ana carrega em seu ser o desejo de amar e ser amada, de construir uma família e não ser mais sozinha no mundo. E para tentar realizar esse sonho ela tomará decisões erradas ao longo do caminho, mas que de uma forma ou de outra acabarão levando-a para o encontro com sua felicidade.

A Renata conquistou o leitor ao construir um personagem masculino sem o estigma de cantor gostoso e pegador de mulher. Ao contrário, Marcus, mesmo sendo um homem lindo, que pode ter a mulher que quiser, sonha com um amor verdadeiro, em ter alguém ao seu lado para a vida toda. E ele é muito sincero com relação aos sentimentos.

Porém, não me agradou muito os diálogos entre os protagonistas, que muitas vezes erma infantilizados demais para duas pessoas adultas. Haviam também cenas que eram detalhadas a exaustão outras eram corridas e que realmente necessitavam de um maior detalhamento.

Outra coisa bem previsível e clichê foi o clímax da história. Eu esperei a autora fosse surpreender o leitor e não permanecer com o que já era óbvio.

O final foi bem condizente com enredo apresentado, apresentando um romance cativante, com personagens bem fofos e apaixonantes. E, claro, para aqueles que gostam histórias com amores improváveis, esse livro vale muito a pena ser lido.


1. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário