Resenha: Par Perfeito - Katie Ashley

Título: Par Perfeito
Autor (a): Katie Ashley
Edição: 2014
Nº de Páginas: 323
Editora: Pandorga



Sinopse: Depois que seu ex-namorado a deixou grávida e sozinha, Megan McKenzie desiste de encontrar um novo homem para sua vida. Ela passou os últimos dezoito meses focada exclusivamente em seu filho, Mason, e em terminar a escola de enfermagem como a primeira da classe. Embora ela não esteja pronta para complicar sua vida com um relacionamento de longo prazo, um sexo sem compromisso é exatamente o que ela precisa.
No batismo de seu afilhado, ela encontra o candidato perfeito, o padrinho, Pesh Nadeen. Mas depois de beber muito, a noite não acaba do jeito que ela pensava que seria. Forçada a deixar a casa, morta de vergonha, Megan espera nunca mais vê-lo novamente.
Para Pesh Nadeen, o próprio jeito de Megan o deixa em um túnel emocional. Como ela lembra muito a esposa que ele perdeu, ele começa a evitar novos encontros... no primeiro momento. Mas quanto mais ele passa a conhecê-la, percebe que há algo sobre a loira que faz com que o seu lado protetor se exceda, e ele se vê querendo saber mais sobre ela.
Quando Megan é designada para trabalhar no mesmo hospital que Pesh para completar o seu estágio de enfermagem, ele vê isso como obra do destino, mas ela não vê nada disso. Ela quer apenas um relacionamento físico, e ele quer muito mais.

Para aquelas que, assim como eu ao ler O Pedido, ficaram encantadas com o sexy Dr. Alpesh Nadeen e torceram para que o bom doutor tivesse um final feliz.... É chegada a hora. Finalmente Pesh terá sua história e sua chance de felicidade!

Pesh é um homem gentil, honrado, cavalheiro, doce, honesto, prestativos... Para resumir, o homem tem atributos que não acabam mais, além de ser um ótimo médico (Um desses eu não acho... ô vidinha...). Porém, por trás de todos esses atributos, está uma grande dor. Há alguns anos, o bom doutor ficou viúvo de forma trágica e repentina. Ele perdeu sua amada e adorada esposa e, desde então, tenta tocar a vida. Infelizmente, sua primeira tentativa de voltar ao mundo dos relacionamentos-pós-viuvez não deu muito certo. Afinal, ele foi se encantar logo por Emma, que na época estava tão confusa quanto ele — além de grávida de outro homem — mas, no fim das contas, Pesh e Emma se tornaram grandes amigos, tanto que ele se tornou o padrinho do filho dela.

Megan está finalmente terminando a faculdade de enfermagem após drásticas mudanças em seus planos de vida, finalmente ela está conseguindo trilhar um novo caminho. Ainda carrega consigo a mágoa deixada por seu ex e pai de seu filho que simplesmente a engravidou e não quis assumir responsabilidade alguma. O que mais a magoa é o fato de seu pequeno Mason crescer sem a presença e o amor de um pai. Portanto, ela não deseja se envolver em um relacionamento e, agora que finalmente está reconstruindo sua vida, ela deseja sexo sem compromisso — mas com muita proteção —e se divertir. Por ser a sobrinha favorita de Aidan e também muito próxima a ele, é claro que ela seria a pessoa perfeita para ser a madrinha do pequeno Noah. Quando aceita essa responsabilidade ela não fazia ideia de que teria que dividi-la com o sexy doutor, que se tornaria uma grande tentação para ela.

“ — Não olhe agora, mas ali está o Dr. McDreamy Indiano — Casey sussurrou, em seu ouvido.
Sem hesitar, os olhos de Megan escancearam a multidão e, então, ela o viu. Ankle estava apresentando-o para as pessoas.
Pesh era incrivelmente alto e usava um terno preto feito sob medida. Mesmo cobertos pelas roupas, ela podia ver seus largos bíceps e coxas fortes. Ele certamente usava seu tempo fora do hospital para malhar pesado na academia. Seus cabelos eram negros, curtos e ondulados e seus olhos escuros absorviam tudo o que Ankle dizia.”

Emma e Aidan desejam a felicidade de Megan e Pesh, e resolvem bancar os casamenteiros,tentando aproximar os dois na festa de batismos do filho, o que meio que dá certo. Megan e Pesh sentem-se mutuamente atraídos, mas depois de muitas doses Megan fica desinibida demais e Pesh a leva para sua casa, para cuidar dela — sem segundas intenções, o cara é realmente nobre — e lá a moça acaba pagando um KING KONG e resolve que o melhor mesmo é continuar com seus planos e seguir com sua vida, evitando ao máximo reencontrar com Pesh. Só que, meses depois, ela acaba indo trabalhar no mesmo hospital que ele e a atração se torna impossível de ignorar.

Pesh deseja reconstruir sua vida, ter uma família, o pacote completo. Megan quer apenas se divertir. Duas pessoas com objetivos diferentes, mas que se desejam mutua e ardentemente. Será que Megan realmente quer apenas diversão e apenas está com medo de se entregar? Pesh está realmente pronto para um novo relacionamento ou ainda há coisas das quais ele precisa se livrar? Ao longo da trama Pesh e Megan irão resolvendo essas questões pessoais para que possam encontrar a felicidade.

“[...] E então uma ideia o atingiu com tanta força que ele estremeceu — uma epifania clara e intensa. Só havia um jeito de ter sua doce Megan: se ele se rendesse a ela. Ele teria que se transformar em outra pessoa por ela, ainda que por pouco tempo. Ele poderia distraí-la com sexo, que ambos desejavam e precisavam, mas ao mesmo tempo ele a faria se apaixonar. Daria certo. Tinha que dar.”

Par Perfeito é o perfeito clichê do qual não vivemos sem. Um romance sem grandes arcos, apenas a história de amor docinha, sem grandes reviravoltas, mas repleta de amor e cenas “ont”. A autora consegue abordar temas cotidianos de forma a cativar o leitor e tornar a leitura agradável e deliciosa. Na verdade, a Katie já nos faz esperar pela história de Pesh e Megan desde o primeiro livro de Emma e Aidan. E esses dois aparecem bastante ajudando o casal principal da trama e, assim, também matando a saudade e a curiosidade dos leitores sobre como anda a vida deles.

Katie nos apresenta uma história cotidiana, que fala de amor, família, superação, recomeços e amizade, tudo regado a uma boa dose de humor, com umas pitadas hot. Um livro completo, que deixa o leitor satisfeito. Aquela leitura leve para descontrair e relaxar!




1. Saraiva
2. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário