Resenha: Raziel - Katherine Laccomt (Trilogia Saints)

Título: Raziel, Vol.2
Autor (a): Katherine Laccom’t
Editora: 3DEA
Edição: 2017
Nº de páginas: 190
*Resenha feita pela colaboradora: Renata Thomaz.

Sinopse: Eu sou Raziel Keruvim Saints, sou um dos chefes da tríade Saints. Não sou um cara sociável como Elemiah e nem sedutor como Gabriel, sou aquele que apenas observa e entra em ação quando necessário. Como agora, tenho menos de trinta dias para apresentar uma esposa ou os meus pais farão isso. Não quero amor! Já o experimentei e fui recompensado com traição e dor.

Procuro apenas uma mulher gostosa que foda como uma louca e, em troca, darei um mundo de riqueza e luxo. Mas há Lilly e seu filho Haniel. Por algum motivo inexplicável, eu não me vejo longe da criança e nem de sua mãe. Eu não vou me apaixonar! Por mais que aqueles encantadores olhos azuis me fascinem, sei que no final das contas o que todas procuram é o dinheiro!
Eu sou Lisabeth, mas prefiro que me chamem de Lilly. Fiz um péssimo casamento, fui traída, roubada e abandonada grávida por aquele que me prometeu amor eterno. Por um desses mistérios da vida, o senhor Raziel Saints bateu à minha porta e resgatou-me. O homem é deslumbrante e o que farei se a cada vez que o vejo com o meu filho nos braços meu coração falha uma batida? De jeito nenhum vou me apaixonar por ele, já tive minha lição. Mas o que fazer se me encontro encantada por um homem tão quebrado quanto eu?
Nós somos os Saints e essa é nossa história de amor.

Raziell, um coração maravilhoso. Um sofrimento tão cruel e forte em sua vida, o faz fechar-se para o mundo do amor. Um homem reservado e carinhoso, mas muito machucado por quem mais amou. Não queria cumprir a tradição da família, por ter no passado se comprometido e ser humilhado e abandonado.

São marcas que o tempo não apaga. Não quer se apaixonar outra vez, apenas viver sua vida em liberdade, procurando amenizar a dor da morte da pessoa amada.

“ – Raziel Keruvim Saints, é da família quem eu digo que é da família. Ponto final.
– Sim Senhora – saio resmungando. – Como pode uma mulher tão pequena ser tão autoritária. ...”

Sua mãe, que é uma mulher tranquila e doce, e que também tem o poder de autoridade, decide que não há mais tempo para ser solteiro e resolve escolher uma boa moça para casar-se com seu filho.

Muito bem descrito e com muito carinho, a vida de Raziel é desenhada por Katharine de maneira sutil revelando um passado desastroso e uma possibilidade de alegria em seu futuro. Um filho obediente e amável, mesmo contrariado, ele aceita os desígnios da família impostos por seus pais. 

Ao conhecer Lisabeth, em condições complicadas e enxergar nela a necessidade de proteção, ver-se no entanto, com medo e apreensão, devido ao poder emanado que desperta sentimentos que mexem com sua memória. Sua tranquilidade e doçura, tornam seus pensamentos incertos e aumenta ainda mais sua atração.

“Gianfranco conheceu Haniel depois de cinco meses e não demonstrou nenhum afeto ao olhar para a criança que era dele. ... – Eu te amo Hunny. 
– Mamãe ...”

Lisabeth, uma mulher simples que com muita dificuldade e a ajuda de amigos consegue criar seu filho Haniel, um anjo lindo que Deus lhe enviou como forma de amenizar todas as dores sofridas em seus dias com o pai de seu filho.

Fugindo desse homem cruel, encontra na família Saints uma segurança que não imaginava ser capaz de conseguir. 

Da trilogia Saints esse é o livro que foi escrito com cenas de extremo carinho e plenitude da palavra amor. Em atos de confidências e descobertas o casal Raziel e Lisabeth traduzem os dias de sofrimento em cumplicidade e carinho. Fazem a gente se apaixonar por detalhes bobos como servir e ser servido, olhar e ser olhado, conversar sem dizer palavras, exprimir sentimento sem a necessidade de explicitar com palavras. Entre eles o carinho em se dedicar para que haja segurança para ela, da parte dele e compartilhar as necessidades de uma vida organizada para ele, da parte dela, faz o livro ser meigo e a gente devora sem sentir, por ser embriagante.

Katherine Laccom’t exprime o amor na forma de carinho, devoção e entrega total, após ambas as partes sofrerem em seus passados, mas também traz a determinação de uma mulher ao ver seu amor quase se perder. Uma família nasce e um anjo faz essa união ser perfeita! Um menino que desperta todas as sensações a muito esquecidas.

1. Amazon

2 comentários :

  1. Oi.
    Eu não conhecia a trilogia mas pela capa jurava se tratar de um livro com bastante cenas eróticas. Quebrei a cara.
    Com certeza vou adicionar a minha lista de livros para ler.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  2. Tenho certeza que vai gostar bastante!!!

    ResponderExcluir