Resenha: O Sobrinho do Mago (As Crônicas de Nárnia) - C. S. Lewis

Título: O Sobrinho do Mago (As Crônicas de Nárnia)
Autor: Clive Staples Lewis
Nº de Páginas: 184
Edição: 2012
Editora: WMF Martins Fontes

Sinopse: A aventura começa quando Digory e Polly vão parar no gabinete secreto do excêntrico tio André. Ludibriada por ele, Polly toca o anel mágico e desaparece. Digory, aterrorizado, decide partir imediatamente em busca da amiga no Outro Mundo. Lá ele encontra Polly e, juntos, ouvem Aslam cantar sua canção ao criar o mundo encantado de Nárnia, repleto de sol, árvores, flores, relva e animais.


"Não é possível imaginar bosque mais calmo. Não havia pássaros, nem insetos, nem bichos, nem vento. Quase se podia sentir as árvores crescendo. O lago de onde acabara de sair não era o único. Eram muitos, todos bem próximos uns dos outros. Tinha-se a impressão de ouvir as árvores bebendo água com suas raízes. Mais tarde, sempre que tentava descrever esse bosque, Digory dizia: “Era um lugar rico: rico como um panetone."


A mãe de Digory se encontra muito doente e esse lamentável acontecimento acaba levando-os a buscar ajuda e hospedagem na casa de seus parentes londrinos. É na casa de seu tio maluco, André, que Digory encontra uma simpática vizinha, Polly, que se dispõe a explorar junto com ele a casa de seus tios e seus lugares mais secretos. 

A sala proibida do Tio André está repleta de objetos estranhos quando lá adentram, inclusive uma caixa onde há anéis de cores alternadas. Mas esses não eram anéis normais, eram?  Polly, curiosa, decide tocá-los e logo em seguida desaparece do mundo que acreditava ser o único habitado. Agora Digory precisa ir atrás de sua única e melhor amiga, antes que algo dê extremamente errado.


"Quando as coisas vão mal, parece que vão de mal a pior durante certo tempo; mas quando começam a ir bem, parecem cada vez melhores."



Os acontecimentos levam Digory e Polly ao bosque entre dois mundos, e daí eles partem para uma aventura que se lembrarão pelo resto de suas vidas. Nárnia nasce e várias outras aventuras ainda acontecerão.

O livro é bem curtinho, fiz a leitura em um dia, mas a narração prende a atenção do leitor desde o início. O enredo é impecável e não deixa a desejar em nenhum momento. Os personagens são cativantes e Aslam possue uma aura mais forte no livro que no filme. Indico a leitura a todos que viram o filme, pois ele explica mais como surgiu Nárnia, a feiticeira, o guarda-roupa, como alguns animais de Nárnia aprenderam a falar e muitas outras coisas.


Próximo livro:

1 comentários :

  1. Tenho um amorzinho com Nárnia, mas dei uma parada na leitura da série e não sei quando vou voltar. O meu próximo é A viagem do Peregrino da Alvorada.
    Tenho fé que vai.

    ResponderExcluir