Resenha: Os Treze Problemas - Agatha Christie

Título: Os Treze Problemas
Autora: Agatha Christie
Edição: 2011
Nº de Páginas: 248
Editora: L&PM




Sinopse: Mistérios sem solução. Fatos verdadeiros, prosaicos e que ninguém jamais conseguiria explicar. É com o objetivo de discutir esses casos que estão no limiar do entendimento humano que surge o Clube das Terças-Feiras, um grupo eclético formado por um escritor, um artista, um sacerdote, um ex-comissário da Scotland Yard e um procurador. O sexto elemento do grupo é na verdade a dona da casa onde acontecem as reuniões. Seu hobby é o tricô, mas enquanto trabalha com as agulhas, Miss Marple ouve cada relato com atenção. Aparentemente o dia a dia no pacato vilarejo de St. Mary Mead lhe trouxe certa experiência de vida para resolver mistérios que aos olhos comuns parecem não ter solução.

“Todas as pessoas são realmente muito parecidas. Mas, por felicidade, talvez não percebam isso.” 

***Resenha por Leila Maciel


São treze contos protagonizados por Miss Jane Marple, uma simpática e perspicaz senhorinha residente da pacata vila St Mary Mead e uma das personagens mais conhecidas de Agatha Christie. Ela adora jardinagem e ama resolver intrincados crimes usando seu conhecimento da natureza humana. O início da história se dá quando alguns amigos estão reunidos na casa de miss Marple numa terça-feira e, como um exercício para a mente, digamos assim, resolvem discutir casos antigos. A ideia é toda terça cada uma dessas pessoas propor um problema, um caso para ser discutido entre os membros de clube. Ao final da discussão a solução é apresentada. Ao longo do livro os leitores verão 12 histórias em sua maioria assassinatos, sendo a décima terceira um crime na própria St. Mary Mead. 

Os casos são curtos e no geral são bem desenvolvidos. Um ou outro tem uma certa previsibilidade, uma atmosfera sobrenatural e, sim, é possível chegar a solução. No livro, naturalmente, é Miss Marple quem os soluciona. Ela o faz observando, analisando as pessoas e seus comportamentos e o faz muito bem. Achei interessante como ela analisa o ser humano (não direi como) nos contos provando que “A natureza humana é a mesma em toda parte”,ou seja, não importa se está numa cidadezinha do interior ou numa grande metrópole qualquer pessoa pode cometer um crime. Uma das coisas que eu mais gosto envolvendo-a é a surpresa que ela causa nos outros. Por viver no interior, subestimam-na, achando que ela não sabe nada sobre vida ou sobre os seres humanos e é justamente o contrário. 

Bom, para mim foi bem divertido ler Os Treze Problemas e eu recomendo para quem está a procura de uma leitura leve e despretensiosa e para quem gosta de histórias curtas. Se não gosta e quer se aventurar, recomendo também. Elas são uma maneira bem legal de conhecer o método Miss Marple de resolver crimes e brincar de detetive pois o livro permite que o leitor siga as pistas juntos com os personagens. Mas se prefere romances e quer conhecer esta velhinha simpática, sugiro que leia Assassinato na Casa do Pastor, é o primeiro romance dela

Boa leitura!

1. Saraiva
2. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário