Resenha: Meu Doce Mafioso - Julia Menezes

Título: Meu Doce Mafioso - Série Meu Mafioso (Livro 2)
Autor (a): Julia Menezes
Editora: *publicação independente
Edição: 2017
Nº de páginas: 372


*Resenha feita por Renata Thomaz


Sinopse: O que fazer quando só o amor não é mais o suficiente? O que fazer quando as mentiras soterram todo amor? 

Carina Miller se vê numa encruzilhada, viver infeliz ao lado de Jace Donavan com todas as mentiras e omissões, ou tentar ser feliz sem ele? Carina ainda o ama, mas não está disposta a dividir sua vida com uma pessoa que mente e omite coisas importantes.


Jace Donavan não sabe mais o que fazer para ter sua antiga Carina com ele. Como as coisas chegaram a esse ponto? Quando as luzes do olhar de Carina se apagaram? Ele a tentou proteger de tudo, mas só a afastou mais. As mentiras e omissões se tornaram impossível de aguentar, mas agora ele está disposto a mover céus e terras para ter sua Carina ao seu lado novamente.



Jace Donavan prometeu que nunca a deixaria ir, e o que Jace promete, ele cumpre.


*É preciso ler o primeiro livro, Meu Eterno Mafioso, para entender plenamente a história.


Galera da leitura, que gosta de muito romance e muita aventura, hoje vou convidar vocês, que leram o primeiro livro (e quem não leu também), a continuar no mundo mafioso da autora Julia Menezes, agora com Carina Miller, a BFF, a Irmã e Parceira, da Isis.



Uma história que nos cativa aos poucos, que mostra o lado carinhoso de uma pessoa desprezada pela família que, muitas vezes, entra em grandes confrontos com sua mãe por não querer ferir sua personalidade, ter uma vida regrada e comandada por pais abusivos.



“[...] – Isis não é uma pessoa muito matinal, ou ela está feliz ou está igual a uma megera, mas isso se liga ao fato dela ter que acordar cedo [...] 
Coloquei algumas coisas em cima da bancada, mesmo sabendo que Isis provavelmente só tomaria seu café preto [...]
[...] – No telefone tão cedo – resmungou encolhida no moletom de Harvad, [...]
- Resmungando tão cedo – Rebati [...]”

Acompanhando toda a trajetória de sua amiga Isis, Carina cuida como uma irmã zelosa, procurando estar presente de forma dedicada na vida da amiga, pois isso também preenche o vazio pela falta da família.

Carina não fica atrás em relação a Isis no quesito inteligência. Ela era uma harcker profissional como seus pais, mas, desistiu desse modo de vida por entender que essa dedicação corrompe o que há de melhor em seu caráter e quer agir de forma natural como uma pessoa de sua idade.

Sua sensibilidade faz dela uma pessoa delicada e, por vezes, frágil, entretanto, tem uma personalidade forte não se entregando facilmente a qualquer um que chegue até ela, mantendo-se, assim, sempre protegida.

“[...]. Fiz uma festa do pijama com Isis e Mel, ambas super curiosas para saber como foi minha noite, não contei todos os detalhes, pois queria guardar aquele momento[...]
[...]- É pecado se sentir quente pela história de sua amiga? – Mel perguntou ainda se abanando.
- Se for eu já pequei. – Isis confessou e logo depois caiu na gargalhada. [...]”

E é numa noite de muita euforia, na Boate Abaixo de Zero, que Carina conhece seu anjo, aquele que traz uma segurança no olhar, Jace Donavan. Ele ficou completamente seduzido por sua beleza nos cabelos coloridos, olhos meigos, jeito de menina.

“[...]Foco minha atenção na morena de cabelos azuis, [...]
[...]Dança como se fosse a única coisa que importasse na vida, [...]
[...] Ela tem uma beleza de uma sereia encantando a todos.”

Jace Donavan trabalha para máfia desde cedo, quando foi adotado pelo chefe da máfia como um filho e cresceu ao lado de Dominic, que se transformou em seu irmão.

Seu trabalho na máfia é cruel e triste: ele quem responde e faz as cobranças dos devedores. Realizar essas tarefas o faz perder o juízo, tornando-se um homem frio e severo, com marcas profundas que o destroem em consciência e torna seu acesso a pessoas que ama, um tanto quanto receoso. 

O maior dele medo é justamente perder as pessoas que ama, por não serem capazes de aguentarem seus traumas, causados por esse trabalho tão cruel.

“Assim que Carina saiu eu pulei em cima de Dominic, o filho da puta sabia que ela estava aqui, desgraçado.[...]
- Ela é bem bonita, irmão.
- Eu sei – resmunguei [...]"

Ao conhecer Carina, Jace transforma-se, deixando o olhar frio ganhar vida e enxergar uma luz para sair daquela escuridão que ela é. Mas, para isso, ele precisa confiar em Carina, e isso é uma tortura que o faz afundar em drogas e bebidas, aumentando seu lado depressivo.

Ele passa a mentir sobre seus sentimentos para não a magoar a garota que ama, se afundando na depressão, o que vem a causar o rompimento do relacionamento do casal.

“ - Você pode me devolver o anel quantas vezes você quiser, mas ele sempre vai te pertencer, tanto quanto meu coração. Aproximou o rosto de meu pescoço e sussurrou. - Meu coração é para sempre seu, Carina. [...]"

Nesse livro temos uma reflexão sobre até que ponto podemos suportar ver quem amamos fugindo da verdade e se entregando ao medo de enfrentar seus fantasmas, de superar suas derrotas e, principalmente, de deixar quem o ama participar e ajudar no seu reerguer ou confortar quando necessário.

“[...] Ligo a lareira da sala e olho o fogo aparecendo, fico o olhando e pensando em tudo, sei que não posso jogar a droga no fogo, ou eu praticamente estaria me drogando novamente.[...]"

A obra mostra a existência de uma linha tênue entre o amor e o medo de não ser exatamente quem se apresenta (de ter seu estereótipo desfeito), e essa linha pode se romper caso não tenha diálogo e verdade.

Carina é o pilar que modifica o pensamento de Jace, mostrando a ele que não está sozinho, que se for de sua vontade, ela vai caminhar ao seu lado, vai está presente em suas maiores fraquezas, ajustando a bússola para seu coração manter-se no rumo.

“[...] - Querido, aperte o triturador e vamos deixar o passado para trás. [...]"

Todo ser humano constrói estereótipos, que podem ser destruídos quando não está de acordo com a sua realidade e quando não há parceria.

Senti falta na leitura de uma melhor abordagem em relação ao tratamento de drogas e da bebida, as causas da dependência. Mas, gostei bastante da abordagem sobre o que as pessoas fazem para esconder seus lados sombrios, com se utilizam de artimanhas para mentirem descaradamente, perdendo, assim, a oportunidade de construir uma vida com solidez.

1. Amazon (e-Book)



0 comentários :

Postar um comentário