Resenha: Originais - Jennifer L Armentrout

Título: Originais - Saga Lux
Autor (a): 
Jennifer L Armentrout
Edição: 2017
Nº de Páginas: 384
Editora: Valentina


Sinopse: Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta.

Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema.

Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver.

Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras. Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen?
Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente.
No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro. Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?



Originais começa com um colérico Daemon. Após o final catastrófico de Opala, ele está fora de si, desesperado. Desde o momento em que viu Katy ser levada pelos inimigos, seu único objetivo, seu único pensamento é salvá-la a qualquer custo. E para piorar, sua mente o enlouquece com pensamentos sobre as possíveis torturas que sua amada pode estar sofrendo. Pela primeira vez em sua vida, ele não tem o controle da situação, não tem ideia de onde sua amada possa estar, mas tem um palpite de por onde começar sua busca.

“Trinta e uma horas, quarenta e dois minutos e vinte segundos haviam se passado desde que as portas se fecharam, separando Kat de mim. Trinta e uma horas, quarenta e dois minutos e vinte segundos desde a última vez que a vi. Trinta e uma horas, quarenta e dois minutos e vinte segundos que Kat estava nas mãos de Daedalus. Cada segundo, cada minuto e cada hora que se passam me deixam fodidamente louco. ” - Daemon.

Katy já foi gravemente ferida por um Arun, já foi sequestrada e acorrentada a algemas de ônix puro, e já foi baleada. Mas todo esse sofrimento foi “fichinha” se comparado ao que está passando desde que foi capturada por Daedalus. Ela tornou-se uma cobaia nas garras do inimigo. Mas será que eles realmente são o inimigo ou estão apenas confundindo sua cabeça com falsas verdades? Ficar longe de Daemon só piora tudo, não saber se os outros escaparam a deixa desesperada. E não saber o que sua mãe vai achar do seu sumiço é o golpe fatal.

“[...] Rapidamente pensei em Daemon e em silêncio chamei seu nome, uma e outra vez, mas não obtive resposta. Não havia nada além de dor. ” – Katy.

Daemon dá as costas aos de sua raça e despede-se de sua família, sem nem escutar seus protestos. Apenas mergulha na sua missão: salvar Katy. Em sua mente ele sabe da possibilidade de acabar capturado também, mas isso pouco lhe importa. Desde que esteja com ela, está tudo bem para ele.

“A família sempre veio em primeiro lugar para mim, e Katy era uma parte de minha família. A parte mais importante. Era meu futuro. ” – Daemon.

Ele parte em busca de informações, vai à procura de Luc, que sempre parece ser bem informado — até de mais  , fora o fato que ele é meio (muito) esquisito. Esse será seu ponto de partida. E o rapaz lhe dará as orientações necessárias, mas não sem um preço. Daemon e Luc fazem um trato: Luc o ajudará a encontrar Katy e tirá-la da prisão onde ela se encontra (afinal, o novinho é cheio dos contatinhos), enquanto Daemon terá de conseguir algo que Luc deseja muito por suas mãos. Claro que obter isso não será nada fácil. Novamente, Daemon terá que depositar sua confiança em alguém e pela sua experiência isso pode não acabar nada bem, mas por Katy qualquer risco valeria a pena.

Daemon embarca em uma missão às cegas, que poderia não acabar nada bem, mas ele precisa de sua gatinha e nunca a abandonaria. Katy precisa mais do que nunca de Daemon, e mesmo se eles tornarem a se reencontrar, as coisas nunca mais serão como antes, muito coisa aconteceu, e há mais para acontecer. Segredos serão revelados e mentiras cairão por terra. O mundo que eles conheceram nunca mais será o mesmo, então como ficará o relacionamento deles?

Originais, de longe é o meu favorito dentre os livros já lançados da saga Lux. Eu não esperava que o livro fosse ser tão incrível. Sim, digo e repito: esse livro é INCRÍVEL! Antes de fazer qualquer comentário a mais, eu tenho que parabenizar a escritora: Jennifer você é fodástica, top das baladas! A saga é progressiva, a cada livro a expectativa do leitor cresce e é atendida. Os livros têm de tudo um pouco, e a cada um temos uma nova surpresa, que nos deixa ansiosos pelo que irá acontecer a cada página!

Voltando a comentar sobre os acontecimentos do livro. Amei a forma como o Daemon enfrenta tudo e todos para salvar a Katy, esse é o livro em que ele demonstra todo o seu sentimento, (nunca imaginei que Daemon Impressionante Black pudesse ser tão piegas rsrsrs... Mesmo assim, ele é incrível!) tanto verbalmente como fisicamente (nesse livro sim há bastantes cenas H-O-T! Mas nada impróprio para menores). 

A Katy reforça mais ainda os motivos pelos quais ela se tornou uma das minhas protagonistas favorita. Mesmo depois de tudo o que ela passa (ela come o pão em que o diabo e a alegoria do inferno sambou), e ainda está de cabeça erguida pronta para lutar até o fim (claro que a menina tem seu momento crise, mas sem esticar a baladeira). 

Também temos revelações do papoco e descobrimos que, dentre os amigos também existem traidores (Nunca gostei desse personagem mesmo, mas confesso que fiquei cho-ô-ocada!). Da mesma forma que há muitas cenas românticas - e mesmo no clima de tensão o livro não perde o ar cômico- também há muitas cenas tristes. Temo adição de personagens novos, um em particular é ó-t-i-m-o! 

Enfim, Originais entrou para o meu Top Favoritos! O final desse livro é aquele em que o leitor fica “Hã?! Quê?! Como assim acabou aqui? Não acredito que a escritora fez isso comigo!!!” Ou seja, quando o livro termina você necessita urgente do próximo. Estou aguardando ansiosamente pelo último e torcendo para que a escritora continue a saber conduzir a trama.

P.S.: Ahhh, uma coisa que amei nesse livro é que a narração é dividida entre Katy e Daemon, fiquei maravilhada com a narração dele *—*

Espero que tenham gostado e que busquem ler urgentemente a Saga Lux.

Boa Leitura e até a próxima!!!

0 comentários :

Postar um comentário