Resenha: Romance com o Duque - Tessa Dare

Título: Romance com o Duque - Série Castles Ever After, Vol. 01
Autora: Tessa Dare
Nº de Páginas: 256
Edição: 2016
Editora: Gutenberg

Sinopse: A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai. Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida. Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa. Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque.

O livro "Romance com o Duque" traz a história da personagem Izzy Goodnight, filha de um escritor famoso, que cresceu envolta das fantasias criadas pelo pai. Quando este vem a falecer, Izzy se vê completamente perdida, sem nenhum dinheiro e completamente desacreditada das histórias de amor. Suas esperanças ressurgem quando ela recebe uma carta informando que o Conde Lynforth havia lhe deixado uma herança, o único problema é que a herança em questão se trata de um castelo em ruínas e que essa propriedade veio acompanhada de um Duque bastante mal-humorado.

“Izzy olhou para os papéis em sua mão. Ela chegou com uma bolsa vazia e a barriga roncando. E ela continua com a bolsa vazia e a barriga roncando. Mas agora possuía um castelo. E não qualquer castelo, mas um que já vinha com um duque.”

Logo após um acidente no passado, o Duque de Rothbury se refugiou no Castelo Gostley e passou a não frequentar mais a alta sociedade, fazendo com que todos acreditassem que estava morto. Até que um dia a jovem Izzy aparece em sua porta alegando que o Castelo era parte de sua herança e, com isso, o Duque se ver obrigado a sair das sombras e encontrar a melhor forma de coabitar com a jovem na propriedade. Tudo seria fácil de se resolver se ambos conseguissem resistir à tentação inegável que existe entre os dois.

“O castelo não era acolhedor nem encantador. Era sombrio. Ameaçador. Izzy quase teve medo que o castelo pulasse em cima dela.”


Os personagens da obra são únicos, divertidos e apaixonantes. E o que eu mais gostei foi que, diferente de outros livros, os protagonistas não são perfeitos. Izzy é uma mulher forte e inteligente, que não tem medo de buscar o que quer e não se intimida facilmente. Além do mais, ela é descrita como não muito bela, especialmente por causa de seus cabelos cacheados altamente rebeldes. Achei interessante a autora ter abordado a questão da relação da garota com as obras do seu pai, assim como a relação dos fãs com ela, que fora inspiração de uma personagem dos livros dele.

Do mesmo modo que é impossível não se apaixonar também por Ransom. Ele é rude, mal humorado e cego, detalhe que deixou o personagem e a história ainda mais interessante, pois poucas obras do gênero trazem algo parecido. Contudo, ele também é muito protetor, e, no fundo, é bem atencioso. Ransom é realmente um mocinho muito cativante e difícil de esquecer, e, junto com a Izzy, forma um casal perfeitamente imperfeito e maravilhoso. Adorei o desenvolvimento da relação dos dois, de como a atração física e amizade surgiram para aos poucos darem espaço ao amor. 

Os personagens secundários também são cativantes, apesar de não tão marcantes quanto o casal protagonista.

“Eu te entrego minhas carícias. Eu te entrego minha paciência. Eu te entrego minha compreensão. Entrego meu frágil coração.”

A narrativa é feita em terceira pessoa e é extremamente leve e fluída, além de bastante divertida. Com diálogos recheados de provocação e ironia. A trama também é enriquecida com mistérios e segredos a cerca do passado dos personagens, o que a deixou ainda mais intrigante e surpreendente.

Um livro apaixonante, emocionante e divertido do início ao fim. Romance com o Duque é um romance de época único e marcante, bem como uma obra surpreendente e hilária, com personagens imperfeitos e apaixonantes, a leitura é muito rápida e gostosa, do tipo que deixa um gostinho por mais. Eu amei a obra, bem mais do que esperava, e estou bastante ansioso pelos próximos volumes da série.

Próximo livro:


1. Saraiva
3. Amazon

2 comentários :

  1. OOOii Luan!!
    Ahh eu amei tanto tanto tanto esse livro da Tessa! ♥
    Vc comentou em meu blog uma vez q esse ano está sendo ótimo de leituras de romances de época, pra mim tbm está sendo tbm! Eu acabei de ler Julia Quinn e peguei outro da Tessa, Uma Duquesa Qualquer e esse livro é mais lindo ainda!! Romance de Época está se tornando meu gênero favorito!

    Beijinhos!!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  2. Luan, amei a resenha e mais ainda por ele ser cego, vou comprar na bf. Adoro suas dicas

    ResponderExcluir