Resenha: Coroa da Meia-Noite (Trono de Vidro #2) - Sarah J. Maas

Título: Coroa da Meia-Noite
Série: Trono de Vidro, Vol. 02
Autor (a): Sarah J. Maas
Edição: 2014
Nº de Páginas: 406
Editora: Galera Record


*Este livro pode conter spoiler do livro anterior!



Sinopse: Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas. A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.

No segundo volume da série Trono de Vidro, Coroa da Meia-Noite, Celaena Sardothien é a campeã do rei após ter participado da competição e derrotado outros 23 participantes. Assim, a Assassina de Adarlan, deve matar todos aqueles que o rei ordenar até alcançar o prazo de término do seu contrato, em que finalmente irá alcançar sua tão sonhada liberdade.

Entretanto, algo mudou dentro de Celaena durante toda a competição, dando a impressão de que aquela assassina fria não existe mais. Neste sentido, nossa protagonista forja os assassinatos e ajuda as vítimas a escaparem, de forma que o rei não desconfie de tal traição e procura corpos que se pareçam com aqueles que devia matar para entregar as cabeças ao seu monarca.

E esse não é o único problema na vida de nossa protagonista. Nehemia, sua melhor amiga e princesa de Eylwee, deseja que Celaena a ajude com seus planos para libertar os escravos das minas de Endovier e Callaculla, batendo de frente com os ideais políticos do soberano de Adarlan. Porém, nossa assassina não quer se envolver em nada relacionado à política, seja contra ou a favor do rei, pois teme que isso coloque em risco a sua libertação.

"Cada passo era impecável, letal, como aquela primeira vez que os dois lutaram no treino tantos meses antes. Ela conhecia todos os movimentos dele, e Chaol conhecia os de Celaena como se os dois tivessem dançado aquela valsa juntos a vida inteira."

A única felicidade na vida da assassina é Chaol Westfall. O capitão da Guarda Real passou de melhor amigo para algo mais e a coisa que Celaena mais deseja é que tudo dê certo entre eles, mas isso é um tanto impossível tendo em vista quem são. Em quatro anos ela terminará seu contrato e irá partir para sempre de Adarlan e não pode exigir que Chaol a acompanhe nessa jornada.

Tudo muda radicalmente na vida de Celaena quando o rei lhe entrega o nome de seu próximo alvo, que é um conhecido da garota. O imperador diz que Archer Finn, um famoso cortesão de Forte da Fenda, faz parte de um movimento rebelde que deseja tirá-lo do trono.

A assassina não acredita nem por um momento que Archer esteja de alguma forma envolvido com os rebeldes e pede um prazo maior ao rei para poder coletar informações a respeito e, antes de forjar sua morte, ter certeza que ele ainda é a mesma pessoa de quem ela se lembra. Só que conforme Celaena investiga Archer, mais fundo ela entra em uma trama repleta de segredos sombrios que podem levá-la a descobrir o que o fantasma de Elena, a antiga rainha de Adarlan, deseja dela. Além do mais, depara-se a um perigo enorme que não coloca somente sua vida em risco, mas também a de todos aqueles que ela ama.

Em Coroa da Meia-Noite, conheceremos a verdadeira origem de Celaena Sardothien e teremos um vislumbre do que irá ocorrer nos próximos volumes. A personagem principal está ainda mais determinada do que nunca mostrando, assim, o quanto é destemida, poderosa e que não deixará que o mal prevaleça no lugar onde vive. 

A escrita de Sarah J. Mass é muito empolgante, descritiva e detalhista, uma vez que a autora descreve todos os detalhes dos lugares, dos personagens, das roupas que usam, entre outras coisas. A autora ainda consegue transmitir exatamente o sentimento que o personagem está sentindo, fazendo com que criemos uma empatia com cada personagem da história. Recomendo a leitura dessa série!

2. Saraiva
3. Amazon


0 comentários :

Postar um comentário