Resenha: Quando vi, era amor - Mithiele Rodrigues

Título: Quando Vi, Era Amor
Autor (a): Mithiele Rodrigues
Edição: 2017
Nº de Páginas: 134
Editora: Independente


Sinopse: Natália é uma garota com problemas de temperamento, até que um certo dia ela percebe que isso não está fazendo bem a ela, que se vê constantemente em brigas e sem amigos a sua volta. Então, quando acaba seu colegial, decide passar as férias com seu pai, lá ela conhece lucas, mas acaba sempre afastando ele, com seu jeito divertido de ver a vida, ele mostra que ela é bem mais do que uma garota nervosa. Será que o amor pode mudar as pessoas?

A obra traz um enredo clichê e muito fofo e é nítido o amadurecimento quanto a escrita da autora em comparação com os livros anteriores.


"Ah, quando vi, era amor e não só uma paixão boba, mas eu já fazia altos planos para nós, quem nunca teve planos com alguém? Aquilo era real."

Os protagonistas foram bem desenvolvidos, a Natália com seus estresses, nervosismos e inseguranças contrapondo com a personalidade de Lucas, um cara muito divertido e alto astral.



"O amor realmente faz milagres, você só tem que aproveitá-lo dá melhor maneira e pronto."

Além do mais, a história me fez refletir sobre várias coisas, principalmente com relação ao amor e como ele pode transformar a vida das pessoas e os seus sentimentos.


O único ponto que me desagradou foi a falta de revisão da história que apresentava alguns erros ortográficos e problemas quanto a construção dos diálogos.


Recomendo para todos que estão procurando um romance leve e divertido. Vale a pena dar uma oportunidade a história e a escrita da Mithiele Rodrigues.



1. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário