Resenha: Diga Sim ao Marquês - Tessa Dare

Título: Diga Sim ao Marquês (Castles Ever After #2)
Autora: Tessa Dare
Edição: 2016
Nº de Páginas: 288
Editora: Gutenberg


Sinopse: Vossa Excelência está convidada a comparecer ao romântico castelo Twill para celebrar o casamento da senhorita Clio Whitmore e… e…?

Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornaria realidade…
Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado. Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la.
Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo.
Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão.
Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.

No livro "Diga Sim ao Marquês" conheceremos a protagonista Clio Whitmore, que cresceu junto com os irmãos: Piers e Rafe Brandon. Clio e Piers, que logo herdaria o título de marquês de Granville, foram criados sabendo do interesse de suas famílias em uma futura união matrimonial. E assim aconteceu, pois aos 17 anos, Clio se tornou noiva de um dos homens mais cobiçados da temporada que, além de muito atraente e elegante, era um diplomata em ascensão. E, enquanto Piers viajava pelo mundo à serviço da coroa, ela ficou em casa estudando e se preparando para assumir as responsabilidades de sua nova posição social.

Acontece que oito anos já se passaram e nenhum casamento começou a ser planejado. E, embora  muitas cartas tenham sido trocadas nesses anos e algumas visitas realizadas, Clio já estava farta de ouvir cochichos por onde passava, assim como se encontrava cansada de ser chamada de "Senhorita Espera-Mais". Além disso, Piers nunca demonstrou o que de fato sentia por ela e, mesmo estando noivos há oito anos, eles nunca chegaram a trocar um beijo sequer.

"Eu passei muito tempo sozinha nos últimos oito anos. Comecei a conhecer a melhor a mim mesma e minhas possibilidades. Sou resiliente."

Quando ela se encontra bem mais madura, cheia de conhecimentos e sendo a mais nova dona de um castelo, herança de um tio distante, nossa mocinha decide tomar as rédeas de sua vida. Sem querer esperar nem mais um dia, Clio resolve bater na porta do cunhado, que responde legalmente pelo marquês de Granville em sua ausência, pedindo que ele assine os papeis que desfazem de vez esse noivado.

"Então chegou o dia em que soube que este castelo lhe pertencia. E ela percebeu que outra coisa também lhe pertencia. Todo aquele conhecimento que tinha acumulado... era dela"

O mocinho, Rafe, é um lutador profissional que estava se preparando para seu glorioso retorno aos ringues de luta e eis que se depara diante de uma encruzilhada. Há muitos anos, ele decidiu se afastar da mulher que sempre desejou, mas que nunca seria sua, bem como da sociedade e das obrigações que o título de marquês impunha. Porém, ele não admitiria que o marquesado sofresse qualquer baixa enquanto a tivesse sobre sua responsabilidade. Desse modo, não medirá esforços para que Clio esqueça a ideia de anular o compromisso entre eles, nem que para isso tenha que vestir o paletó novamente ou mesmo se encarregar de iniciar os preparativos do casamento. Tudo que ele precisa é uma semana, ou seja, sete dias imersos em vestidos, bolos, buquês, convites, cardápios... E se depois desse tempo ela ainda quisesse a dissolução do noivado, ele assinaria. Contudo, o seu maior inimigo nessa empreitada serão os seus próprios instintos.

"O que mais, não é mesmo? Não é como se nós, mulheres, tivéssemos permissão para ter nossos próprios interesses ou carreiras."

A história é deliciosa, os personagens Clio e Rafe são um casal magnífico, que possuem uma química daquelas de tirar o fôlego. Ele é bruto e ela teimosa como uma porta, combinação que garante muitas gargalhadas. Por mais que os finais dos romances de época sejam sempre previsíveis, Tessa Dare mexeu uns pauzinhos e acabou dando uma finalização diferenciada para esse volume, um final que combina e muito com esse casal que me conquistou completamente.

E pelo o que eu compreendi da série, todos os livros irão se basear em damas que herdaram castelos do mesmo falecido Conde de Lynforth, fazendo assim com que elas tenham uma leve ligação, ou seja, não é necessário ler na ordem, já que os personagens anteriores não são citados.

Com uma leitura leve, a autora criou e desenvolveu mais um romance inebriante, daqueles que você lê em uma sentada e se sente desolado quando termina. Além do mais, a edição é linda e a ilustração da capa faz jus a nossa protagonista loira e linda. A diagramação impecável e fonte em tamanho confortável colaboram para uma leitura deliciosa. 

Livro mais que indicado para quem ama romances de época. E também, para aqueles que não se aventuraram ainda nesse gênero literário, não percam a oportunidade de conhecer esses personagens incríveis e apaixonantes.

Próximo volume da série:














2. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário