Resenha: Chefe Secreto - Valentina K. Michael

Título: Chefe Secreto
Série: Anônimos Obscenos # 2
Autora: Valentina K. Michael
Edição: 2017 
Nº de Páginas: 867 
Editora: 3DEA

Sinopse: A Orfeu impera no Brasil como empresa de aquisições e investimentos. É dirigida de forma impar por três irmãos de origem espanhola; têm personalidades distintas, mas iguais em dois pontos: são obstinados e amam intensamente.
Angelina tentou até o ultimo momento segurar a empresa da sua família. Mas após uma crise irreparável, ela vê tudo se ruir aos seus pés. A empresa agora pertence a um novo dono. Alguém que exige, em contrato, que ela continue sendo diretora. Alguém que ela não sabe quem é. Um chefe anônimo que a faz seguir ordens bizarras.

Angelina sabe que está numa enrascada e o pior é que ela não sabe nem o nome de quem está provocando tudo isso.


*Atenção! Livro pertence a uma série. É necessário ler o primeiro livro (Admirador Secreto).


Eles se conheceram quando ela ainda era uma garota que sonhava em terminar sua faculdade em moda e ele apenas queria exorcizar seus demônios em um ringue de luta clandestino. Ambos se apaixonaram um pelo outro, mesmo sendo de mundos opostos. Ela uma moça rica, que sempre teve tudo o que queria. Enquanto ele, mesmo tendo vindo de uma família abastada, não conseguia esquecer o passado, a dor que lhe foi infligida por quem deveria o proteger e amar acima de tudo.


Tudo começou dar errado de repente. Do nada. Eu estava numa boa, cuidando da minha vida, tentando seguir em frente, mas de uma hora para outra, meu mundo começou a desabar.

Angelina nunca imaginou que, ao entrar em um local repleto de homens suados e com hálito de bebida, fosse se apaixonar perdidamente por Lorenzo, muitos menos que ele seria o responsável por sua infelicidade e destruição do seu maior sonho, a Mademoiselle. Mas claro que ela lutaria até o fim para não perder o maior bem da sua família, mesmo que para isso tenha que cumprir as regras mais bizarras exigidas pelo novo comprador da maior parte da empresa.

Lorenzo se apaixonou por Angelina e achou que ela seria sua tábua de salvação, que eles poderiam, juntos, formarem a família que ele nunca teve. Mas ele nunca que imaginou que ela fosse capaz de o trair como fez, que fosse capaz de destruir seu maior sonho apenas por egoísmo, por ser mimada e se achar a dona da razão. E chegou o momento de se vingar dela, fazê-la sentir na pele o que é perder aquilo que tanto se deseja. O único problema será resistir as lembranças do passado...

Se você leu Admirador Secreto, livro 01 da série, deve ter tido uma prévia do que Lorenzo planeja para sua vingança, mesmo que seus irmãos tentem de todas as formas dissuadi-lo de continuar com tal ideia. O problema é que Lorenzo não esqueceu tudo o que perdeu no dia em que ele considerava ser o mais feliz da sua vida e ele quer ver a responsável por isso sofrer da mesma forma, nem que para isso ele se quebre mais uma vez. Afinal, ele já está acostumado com a dor.

"Preciso odiá-la, preciso me manter imune. Mas, quando ela olha para mim, meio assustada e curiosa, eu sinto meu coração bater na garganta."

Angelina não sabe quem é o novo sócio da empresa, apenas que ele determinou que ela permanecesse diretora e que, constantemente, lhe envia ordens para serem seguidas a risca. E mesmo tendo o apoio de sua prima Beth, a única que sabe a real gravidade dos seus problemas, sente-se acuada, sozinha. E como se não bastasse, o homem que um dia acreditou ser o amor da sua vida está de volta, fazendo questão de lhe mostrar como sua vida está seguindo muito bem sem ela.

O enredo se passa na cidade do Rio de Janeiro, sendo os capítulos intercalados por Angelina e Lorenzo, o que conecta o leitor com os personagens e concede uma melhor compreensão dos fatos, principalmente os motivos que levaram ambos agirem da forma que fizeram e que acabou os magoando.

Lorenzo, o caçula dos irmãos Lafaiate, é uma pessoa marcada pela dor. Ao contrário dos irmãos, ele foi o que mais sofreu com a rejeição do pai, que o internou em uma escola para menores rebeldes, que mais parecia uma casa de tortura. Por ter sido um garoto imperativo, o pai não entendia seu comportamento e o internou, sem ao menos se preocupar com os maus tratos que ele vinha sofrendo. E o que mais doía em Lorenzo era ver sua mãe concordar com o pai, mesmo ele implorando por sua ajuda. Isso foi algo que ao ler me tocou profundamente. Os transtornos sofridos por ele na infância vão afetar e muito seu modo de ser.

Angelina, por sua vez, por mais que seja uma mulher independente, que trabalha e comanda uma empresa, sofre com uma doença a qual tenta esconder de todos por medo do que os outros vão pensar a respeito dela. É que Angelina sofre de dislexia e, mesmo tendo feito tratamento, quando está nervosa não consegue ler nada. O seu único problema é confiar demais, principalmente em sua prima a quem acredita ser a única pessoa que sempre está ao seu lado. E isso talvez tenha até incomodado alguns leitores, o que para mim foi justificável. Quantas vezes nos relacionamos com uma pessoa, acreditamos conhecê-la e quando de fato a conhecemos é que vamos nos dar conta do quanto ela nos era desconhecida? 

"Não sei se ele sentiu o mesmo, mas estou completamente reapaixonada por ele. E, talvez, se reapaixonar seja igual ou mais gostoso do que se apaixonar pela primeira vez."

Para Angelina, Beth era como uma irmã, aquele tipo de pessoa que sempre se mostrou ser um apoio para todos os momentos. E isso a cegou a tal ponto de nunca imaginar ou enxergar o que ela realmente fosse capaz de fazer.

Algo que amei e rir quando li, foi ver Lorenzo tendo ajuda de Davi Brant, nossa mente maligna da série Executivos Indecentes. Nada melhor que o rei dos planos para ajudar Lorenzo em sua vingança. O que Lolo não imagina é Angelina também terá aliados e bem próximos a ele.

O livro foi surpreendente e amei a forma como a autora Valentina tem abordado em suas temas tão delicados de uma forma leve e ao mesmo tempo impactante. Vemos sempre as pessoas falando em violência doméstica como se somente a mulher sofresse, mas as crianças também são vítimas e as marcas que elas carregam em si são difíceis de serem apagadas. Sem falar também da dislexia, que em sua maioria pode acarretar bullying, isso porque as pessoas não conhecem e taxam como se o problema da criança ter dificuldades de aprendizado seja "burrice".

Com uma escrita simples e objetiva, Valentina K. Michael mais uma vez arrebata o leitor com uma história emocionante que trata das relações familiares, lealdade, amizade, amor e perdão. Um enredo repleto de ensinamentos e reflexão.


1. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário