Resenha: Opostos - Jennifer L Armentrout

Título: Opostos
Autora: Jennifer L Armentrout
Edição: 2018
Nº de Páginas: 344
Editora: Valentina


Sinopse: Katy sabia que o mundo mudou na noite em que os Luxen chegaram.

Ela não podia acreditar que Daemon deu as boas-vindas à sua raça ou ficou de pé enquanto sua espécie ameaçava destruir todos os humanos e híbridos na Terra. Mas as linhas entre o bem e o mal se misturaram, e o amor se converteu em uma emoção que poderia destruí-la… destruir a todos.

Daemon fará qualquer coisa para salvar aos que ama, inclusive se isto implica em traição.
Eles deverão se unir a um inimigo improvável se quiserem ter alguma possibilidade de sobreviver à invasão. Mas quando rapidamente se torna impossível distinguir o amigo do inimigo e o mundo está desmoronando ao seu redor, eles podem perder tudo - inclusive aquilo que mais amam - para assegurar a sobrevivência de seus amigos... e da humanidade.
A guerra chegou à Terra. E não importa o resultado, o futuro nunca será o mesmo para os que ficarem.



Após o final “Menino, o que é que foi isso?” de Originais, Opostos começa com Katy, Archer, Luc e Beth se escondendo e tentando absorver as consequências geradas pela chegada em massa de Luxens à Terra e, principalmente, loucos de preocupação com o paradeiro dos trigêmeos Black. Definitivamente o Mundo nunca mais será o mesmo!


Katy não sabe o que realmente aconteceu após a chegada dos Luxen e se recusa a acreditar que seu amado lhe deu as costas. Daemon está entre a cruz e a espada, qualquer movimento em falso, qualquer pensamento pode colocar todos aqueles que ama em perigo. Os recém-chegados Luxen são seres malignos e frios, com o propósito de dizimar a raça humana.

Novamente o amor de Daemon e Katy é posto à prova e a jovem nunca poderia imaginar que, ao pedir informações ao seu vizinho gato, estaria conduzindo o mundo a um rumo totalmente inesperado e de proporções apocalípticas. Mas nenhum dos dois é capaz de se arrepender das decisões que foram tomadas até então, mesmo com toda a dor e com todas as perdas.

É chegada a hora de uma nova tomada de decisão, dessa vez a mais perigosa e ousada de todas: para ter alguma chance contra os invasores, nossos mocinhos precisarão se despir de preconceitos e medos, e unir forças com aliados inimagináveis. 

Em Opostos temos aventura e ação do início ao fim, vamos ver nossos mocinhos correndo contra o tempo para impedir que a raça humana e a Terra sejam dizimadas. Nessa jornada final vamos vendo laços de amizade e amor se estreitando, alianças improváveis sendo firmadas. E é nesse livro que Daemon e Katy chegam ao seu nível máximo de cumplicidade. Ambos atravessaram um inferno juntos e isso serviu para os amadurecer, para apender a confiar um no outro e no amor que sentem. 

Não estou pronta, mas é hora de dar tchau a esses personagens tão maravilhosos e apaixonantes. Foi uma aventura incrível que tive o prazer de experimentar com a leitura da Saga Lux, fui capturada desde o primeiro livro, me identificando super com Katy e me apaixonando de cara por Daemon. A relação cão e gato com doses generosas de tensão sexual desse casal simplesmente é divertida, cômica e fofa. Acompanhar o amadurecimento desses protagonistas foi lindo, ver a solidificação do amor de ambos, como eles cresceram dentro da trama. Katy, de humana bookholic desavisada sobre vida extraterrestre, se tornou uma mocinha girl power que não tem medo do inimigo e não foge da luta. É corajosa e protege aqueles que ama com fervor. É resiliente e, apesar de todo o sofrimento e dor, sempre consegue erguer a cabeça e seguir em frente, cada vez mais forte.

Daemon de vizinho idiota arrogante e convencido, se torna um parceiro e amigo excepcional. Seu amor por Katy é tão belo e envolvente, a forma como ele luta contra tudo o que era esperado para ele, como defende esse amor independente das consequências, tudo o que abriu mão para poder estar com sua amaga gatinha. 

O desenvolvimento e crescimento dos personagens secundários, também teve espaço dentro da saga: Dee, Archer e Luc ganharam espaços especiais em meu coração de leitora. Luc em especial (esse ganhou até mesmo um livro próprio, ainda não publicado aqui no Brasil).

O desfecho da saga foi satisfatório e pertinente ao que foi proposto desde o início da trama. Tivemos várias surpresas e reviravoltas durante toda a história, começamos com um romance adolescente no colegial entre uma humana e um alienígena, que ganha dimensões muito maiores e mais fantásticas. Temos ação com grandes lutas entre humanos, alienígenas e híbridos, temos romance, comédia, drama, segredos sendo revelados e muito mais. Entretanto, por mais que tenha gostado muito do final da história, Opostos não leva o título de melhor livro da saga. Senti que o clímax poderia ter sido mais intenso no fim das contas, mas a autora amarra as pontas soltas e dá um final a todos os personagens. 

Gosto muito da escrita da Jennifer, ela consegue ter uma escrita fácil e gostosa, que faz com que a gente leia e nem sinta quantas páginas se passaram, e quando percebemos já terminamos o livro e estamos pedindo bis. Opostos termina deixando aquele gostinho saudoso de quero mais e uma sensação de satisfação e amor por toda a história e seus elementos.

Então, é isso gente. Finalmente, e infelizmente, chegamos ao final dessa saga que tanto amo, que tanto sonhei em ver publicada aqui no Brasil. Fico feliz com a repercussão positiva que ela teve, ganhando um grande número de fãs. É emocionante quando um livro que amamos é tão apreciado. Espero que o livro do Luc seja publicado aqui no Brasil, e logo. 

Para aqueles que desejam um pouquinho mais de Daemon e Katy, fiquem sabendo: há duas cenas extras que não foram publicadas no livro. Para quem tiver o interesse, vale a pena procurar. São duas cenas lindas que complementam o final de Opostos e fecham com chave de ouro cravejada de diamantes!

1. Saraiva
2. Amazon

0 comentários :

Postar um comentário