Resenha: Sob a Luz da Escuridão - Ana Beatriz Brandão

Título: Sob a Luz da Escuridão
Autora: Ana Beatriz Brandão
Edição: 2018
Nº de Páginas: 336
Editora: Verus



Sinopse: O mundo não está a salvo dos humanos. 

Da autora de O Garoto do Cachecol Vermelho.

Guerras e destruição, causadas pela ganância de um homem, quase levaram a raça humana à extinção. Com a radiação das bombas nucleares, o DNA humano sofreu mutações e uma nova espécie surgiu: os metacromos, seres especiais, com poderes extraordinários. Em meio ao caos de um mundo pós-apocalíptico, Lollipop e Jazz são resgatadas do instituto onde eram mantidas prisioneiras. Com as memórias apagadas, elas não sabem por que estavam ali nem quem as libertou.

E, enquanto buscam respostas sobre suas origens, só lhes resta lutar pela sobrevivência. Evan, um vampiro milenar, lidera com mãos de ferro uma das mais poderosas áreas do planeta. Mas quando, por obra do destino, ele reencontra a mulher que pensou estar morta há décadas, tudo desmorona e ele é obrigado a enfrentar o passado.
Ana Beatriz Brandão apresenta um mundo totalmente novo ao leitor em Sob a Luz da Escuridão. A raça humana não é mais a mesma, novas espécies foram criadas e agora é cada um por si. Uma história eletrizante, cheia de ação, tensão e romance, que vai provocar fortes emoções no leitor. Prepare-se e escolha seu lado nessa guerra: você é um metacromo ou um Deles?




Imagine um mundo devastado por guerras provocadas pela ganância e egoísmo humano. Imagine também um mundo que é apenas um pobre resquício do que um dia foi, onde metade da população foi dizimada, onde a vida humana perdeu o valor e sobreviver se tornou uma luta brutal diária. 



Foi nesse mundo que Lollipop acordou. A jovem despertou atordoada em uma instalação laboratorial, sem memória, nem a mínima noção do que aconteceu com o mundo e sequer sabe seu próprio nome. Confusa pelo despertar abrupto e pela falta de memórias, ela fica ainda mais perturbada ao perceber que o lugar em que se encontra está sob ataque. Com sorte, ela consegue fugir apenas para se deparar com um mundo exterior tão deteriorado quanto o prédio do qual acabou de fugir. 


Sem ter onde se esconder e sem saber para qual direção deve correr, como um milagre um carro aparece em sua frente e, sem melhores alternativas, ela embarca no veículo junto com o motorista e uma jovem no banco de trás, que parece ter fugido das mesmas instalações que ela.

Dois anos após seu caótico despertar Lollipop, (nome que a própria escolheu por não lembrar de seu real nome) ainda está aprendendo sobre o mundo e suas mudanças. Ela descobriu, através dos fatos relatados por Chris, o homem que a salvou, que estão vivendo em um mundo pós-apocalíptico que passou por 4 Guerras Mundiais e que tudo começou quando o homem errado foi eleito a um cargo de poder. E isso foi apenas o início do fim do mundo. Após guerras e mais guerras, os humanos foram expostos a armas nucleares e a radiação, e isso começou a mudar seu código genético, fazendo com que pessoas com certos “dons” começassem a nascer, os Metacromos.

Essas pessoas estão sendo caçadas por um grupo nada cordial, os seres humanos restantes e os Metacromos, que sobrevivem como podem, em um mundo sem leis e sem regras. Ou seja, sobreviver é tudo o que importa, não interessa os meios.

Chris toma para si a responsabilidade de cuidar e proteger Lollipop e Jéssica, a outra jovem que também foi resgatada por ele naquele dia. Jess se tornou uma irmã caçula para Lollipop, que desenvolveu um grande carinho por ela. Os três conseguiram sobreviver da melhor forma possível nos últimos dois anos, entretanto Lolli e Jess são Metacromos e isso significa que precisam tomar o triplo de cuidado. Um dia o lar em que habitavam, que deveria ser um refúgio seguro, é atacado e para dar uma vantagem as meninas, Chris fica para trás enquanto elas fogem. 

Sozinha com a responsabilidade de cuidar de si mesma e de Jess, Lolli tenta o seu melhor, porém não consegue por muito tempo e em menos de um mês elas acabam sendo capturadas... Mas, não é de todo ruim, na verdade não é nada ruim, pois elas acabam indo parar em uma das Áreas (que são tipo cidades) mais desenvolvidas, se é que se pode usar esse termo. Lá as pessoas vivem relativamente melhor do que a maioria espalhadas por outras Áreas. Entretanto, Lollipop é lavada para confrontar Evan, um vampiro milenar que governa aquela área e o vampirão é uma tentação completa, mas tem um humor e tanto. E para piorar, ao que parece Lolli lembra a ele alguém de seu passado e isso não o deixa muito feliz.


É a partir desse momento que a história realmente começa. Evan parece saber e conhecer muito mais do que revela inicialmente e uma espécie de ligação começa a surgir entre Lolli e ele, que desenvolvem um relacionamento ao estilo cão e gato. Lolli e Jess vão se estabelecer nessa nova área, e junto a Evan e os amigos que farão lá, começarão a buscar por respostas e explicações para os mistérios e dúvidas que surgirão ao longo da jornada deles.

Ana Beatriz Brandão já partiu meu coração com O Garoto do Cachecol Vermelho, agora vai me fazer ter um ataque de ansiedade! Que livro babado foi esse minha gente?! Que talento e criatividade essa menina tem!

A história de Sob a Luz da Escuridão é complexa e cheia de camadas. Quando pensamos que estamos começando a entender a história, que achamos o fio da miada, é aí que a gente se enrola toda e um novo elemento ou uma nova informação aparece para nos confundir ainda mais. 

Os personagens são divertidos e fortes, são fáceis de nos conectarmos com eles. Esse é o primeiro livro de uma série, ele é introdutório e apenas começa a revelar todo o universo criado pela jovem autora. Em alguns momentos da leitura senti que haviam algumas escorregadas aqui ou ali, situações ou cenas que eram enaltecidas ou prolongadas demais e que, ao meu ver, poderiam ter sido enxugadas em prol de um melhor desenvolvimento da trama. Mas, fora isso, o livro é sensacional, é uma distopia do jeito que gosto, que tem um toque de realidade, o que me fez entrar de cabeça na leitura e me sentir no mesmo universo que os personagens. Só posso dizer que aguardo ansiosamente as continuações!




1. Amazon
2. Saraiva

0 comentários :

Postar um comentário