Resenha: Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur

Título: Outros Jeitos de Usar a Boca
Autora: Rupi Kaur
Edição: 2017
Nº de Páginas: 208
Editora: Planeta




Sinopse: Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

Outros Jeitos de Usar a Boca é um livro de poemas/poesias que foi dividida em quatro partes: a dor, o amor, a ruptura e a cura, e a leitura pode ser feita em poucas horas.

As poesias são bem pessoais, mas com algumas você consegue se identificar, ou pode apenas entender o sentimento. Uma vez que são textos que te fazem sentir e refletir sobre os mais diversos sentimentos e situações. E não são poesias com métricas e rimas, como são construídos alguns poemas, no entanto a sensibilidade e a ternura das palavras da Rupi Kaur são o que transformam esses textos em poesia. É como se você estivesse lendo o diário da autora, ou como se estivesse escutando o desabafo de uma amiga íntima. Os temas são diversos, mas sempre com a visão feminina: amor, dor, aceitação, liberdade e feminismo.

Este é um livro de poesias profundo e honesto, que toca o coração do leitor. E essa foi a melhor definição que encontrei para esta obra. As poesias são simples, curtas e bem diretas, mas as palavras são de uma sensibilidade incrível.

Nunca fui muito fã de livros do gênero da poesia, mas esse em especial mexeu com as minhas emoções e conversou comigo de uma forma completamente inesperada, os temas trabalhados pela autora são de extrema importância, principalmente, no mundo atual em que vivemos. Muitas mulheres já vivenciaram algumas das diversas situações que o livro retrata, e poderão se identificar. Recomendo para todos os leitores a leitura desta obra maravilhosa, pois esse é o tipo de livro que pode e deve ser lido por qualquer pessoa.

"fique firme enquanto dói
faça flores com a dor
você me ajudou
a fazer flores com a minha
então floresça de um jeito lindo perigoso
escandaloso floresça suave
do jeito que você preferir
apenas floresça."

0 comentários :

Postar um comentário