Resenha: The Heart Of Betrayal - Mary E. Pearson

Título: The Heart Of Betrayal (Crônicas de Amor e Ódio #2)
Autor (a): Mary E. Pearson
Editora: DarkSide Books
Nº de Páginas: 402
Edição: 2016


Sinopse: Em The Heart of Betrayal — Crônicas de Amor e Ódio v.2, Lia e Rafe estão presos no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Vendan Komizar que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela.
Enquanto isso, as linhas de amor e ódio vão se definindo. Todos mentiram. Rafe, Kaden e Lia esconderam segredos, mas a bondade ainda habita o coração até dos personagens mais sombrios. E os Vendans, que Lia sempre pensou serem selvagens, desconstroem os preconceitos da princesa, que agora cria uma aliança inesperada com eles. Lutando com sua alta educação, seu dom e sua percepção sobre si mesma, Lia precisa fazer escolhas poderosas que vão afetar profundamente sua família... e seu próprio destino.

*Esta resenha pode conter spoiler do livro anterior!


No segundo livro da trilogia Crônicas de Amor e Ódio, The Heart Of Betrayal, Lia, a princesa fugitiva de Morrighan finalmente é levada pelo assassino Kaden ao Komizar, o grande líder do reino de Venda. Kaden, como integrante da guarda de elite, é questionado por não ter matado a princesa. Como argumento, ele afirma que Jezelia poderia ser útil, já que é portadora do Dom, uma habilidade especial herdada de seus antepassados.

O príncipe Rafe, cuja missão era encontrar Lia, para que não se distanciasse dela, entrega-se e é feito prisioneiro. Entretanto, ninguém sabe de sua verdadeira identidade, uma vez que Rafe apresenta-se como um mero emissário do reinado de Dalbreck.

"Às vezes, ganhar não é uma questão de conhecer as regras, mas sim de fazer com que seu oponente ache que ele as conhece melhor do que você."

No entanto, apesar dos esforços do apaixonado Kaden para proteger Lia, ela é humilhada constantemente tanto pelo Komizar quanto pelos líderes das quatorze províncias de Venda. A única forma da jovem princesa sobreviver é não tomar nenhuma atitude impensada e continuar depositando esperanças na promessa de Rafe de que seus cavaleiros da mais alta confiança estariam a caminho para resgatá-los.



The Heart of Betrayal nos apresenta um outro lado da história da qual nem sonhávamos, até porque o reino selvagem pode até não ser tão ruim assim. Venda é um lugar esquecido com pessoas um tanto humildes, mas guerreiras, que só querem sobreviver. O grande problema é o seu líder ambicioso que só quer mais poder e acaba usando a princesa Lia com o intuito de conseguir isso.

"Duas delas eram meninas um pouco mais novas do que eu, e buscavam o céu onde eu tinha libertado minhas preces com expressões ardentes nos rostos. Ergui o olhar de novo também, fazendo uma varredura no firmamento, e me perguntei se minhas palavras já estariam perdidas entre as estrelas."

A jovem Lia amadurece muito ao longo da trama, já que ela acaba aprendendo mais sobre o local, a cultura e descobrindo várias coisas importantes que envolvem todos os reinos e a vida das pessoas com quem se importa, além de detalhes do que acredita ser o seu próprio destino.

Esse segundo volume é uma ótima continuação, apesar de não ter tanta ação, visto que isso fica mais para o final. No geral, a história desenvolve muito bem os personagens e nos prende até chegarmos ao desfecho que termina com um gancho que só nos faz desejar iniciar o mais rápido possível a leitura de The Beauty of Darkness.

Próximo volume:







1. Amazon

2 comentários :

  1. Adorei ler a resenha incrível! Eu gostei muito de ler esse livro. Os livros da série Crônicas de Amor e Ódio, são os meus livros favoritos da Darkside Books.E mais essas edições lindas, a editora arrasou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, é uma série muito boa, mal posso esperar para ler Dance Of Thieves. 😘

      Excluir