Resenha: Proposta Irrecusável - Rafaelly Monike


Título: Proposta Irrecusável
Autora: Rafaelly Monike
Edição: 2019
Editora:
*Publicação independente

Sinopse: Desempregada, prestes a ser despejada, sou convocada para uma entrevista na Nuances, a empresa dos meus sonhos. Desde a época da faculdade eu mandava inúmeros currículos tentando ser notada, até que aconteceu. O demônio em forma de homem me oferece uma proposta tentadora: fingir ser sua noiva por algumas semanas e faturar uma grana suficiente para pagar minhas contas. O que poderia ser a bela história da mocinha que se apaixona pelo CEO milionário, vira minha vida do avesso. Até porque eu e Edgar temos o mesmo gosto: homens. O que eu não imaginava era conhecer um verdadeiro deus em forma de gente: Eros, o homem que consegue despertar todos os sentimentos insanos do meu corpo e coração, e vai tirar o mínimo de sanidade que ainda me resta. Só não posso esquecer de um pequeno detalhe: eu ainda sou uma mulher comprometida, noiva para ser mais exata, e preciso manter as aparências até o contrato acabar. Como eu vou resistir? Não faço ideia, mas não me julgue se eu for inconsequente.


Melissa estava em uma fase para lá de complicada em vida, desempregada e com as contas atrasadas, não conseguia parar em nenhum emprego para o qual era chamada. E olha que ela tentou de tudo, até ser vendedora de plano funerário (em tempos de crise tudo serve, né bebê? rsrs). E então, quando menos esperava, Mel é convocada para uma entrevista na empresa de seus sonhos trabalhistas, a Nuances. Depois de anos enviando currículos, finalmente ela foi notada!

Mas, sabe aquele ditado que diz que quando a esmola é grande o santo desconfia? Pois é.... Chegando a empresa, Melissa é entrevistada pelo próprio – e belíssimo – dono, Edgar. Entretanto, no lugar de uma proposta de emprego, ela recebe uma proposta totalmente diferente. Edgar propõe a Melissa que finja ser sua noiva por algumas semanas durante uma viagem para a fazenda de sua família, para a comemoração das bodas de seus pais. Em troca da encenação, Mel ganharia uma bolada de dinheiro suficiente para pagar todas as suas dívidas e viver confortavelmente por muito tempo. Porém, nossa mocinha que não é fraca nem nada, e dona de uma personalidade forte e um gênio daqueles, rejeita de pronto a oferta.

"— Do que exatamente você está falando? Porque eu leio muito e vejo o que acontece na ficção, mas não estou disposta a ser amante do chefe. Pior ainda, garota de programa. — Sinto alivio por conseguir dizer isso. — Desculpa, mas meu dinheiro eu prefiro ganhar de outra forma. Nada contra, até porque já cogitei essa possibilidade, mas — alguém me desliga! — no momento eu prefiro trabalhar normalmente, mesmo que eu esteja prestes a ser despejada. Porque até posso estar atolada de dívidas, com os dias contados para ser uma sem teto, mas eu não sou desse tipo que está querendo. Você pode ser lindo de matar, gostoso, entre outros adjetivos, mas assim não rola. Não comigo. Então, acho que vai precisar arrumar outra!"


Edgar é um homem acostumado a conquistar tudo o que deseja. Poderoso, rico e lindo de babar, não facilita as coisas para Melissa. Ele precisa de uma noiva de aluguel para ontem e deseja que seja a jovem extrovertida e sem papas na língua que o deixou fascinado. Aí você, querido leitor, que está vendo essa resenha, se pergunta por que um divo desses precisa pagar por uma noiva, não é? Pois bem, Edgar é homossexual e não consegue lidar com sua sexualidade. A família do rapaz (com exceção de sua mãe) é extremamente preconceituosa. Apesar de ser bem sucedido em sua vida profissional, ele é completamente frustrado e infeliz na vida pessoal. E mesmo sofrendo, prefere sustentar uma mentira a ser honesto com a família e consigo mesmo. Sendo assim, ele cerca Melissa até que ela finalmente aceita sua oferta.

De consciência – levemente – pesada, Mel, muito apreensiva e ansiosa com o que terá de fazer, aceita a oferta, que vai tirá-la do vermelho. E, apesar da situação atípica, ela desenvolve uma boa relação de amizade com Edgar. Chegando a fazenda, ela se encanta com a beleza do lugar, porém, logo de cara, percebe que entrará em atrito com o pai de Edgar. O velho é simplesmente o extrato do machismo, da homofobia e todo tipo de preconceito que se consiga imaginar, além de ranzinza. Em contrapartida, temos Dona Noêmia, a mãe, uma senhora doce e gentil, por quem Mel se afeiçoa instantaneamente. E claro, temos também o irmão, Eros (nominho sugestivo esse, heim?), o irmão mais velho, mais gostoso, mais sarado, mais tentador – a lista de adjetivos é longa. Eros e Mel se conhecem de forma bastante peculiar e comprometedora, o que desperta fagulhas que mais tarde se tornarão chamas entre os dois.


Eros é a famigerada ovelha negra da família, um homem bem resolvido em todos os aspectos de sua vida e que, assim como Melissa, tem personalidade e gênio fortes, não leva desaforo pra casa, e não se cala diante de injustiças. É tido pelo pai como rebelde e ingrato. A relação entre os irmãos anda fraca das pernas, uma vez que Eros não consegue conceber como o irmão prefere viver uma mentira a se assumir para si mesmo e para a família. Por vezes Eros tentou ajudar o irmão, que se tornou arisco e ainda mais fechado. Essa relação conturbada irá pesar sobre ambos e sobre Melissa durante a estadia deles para as bodas.

Perante os olhos atentos dos familiares de Edgar, Melissa finge ser a noiva apaixonada e devota, mesmo que quase engasgue diante de certas situações que presencia. Porém, quando está longe dos olhares curiosos e perto do irmão que é a personificação da tentação, ela não consegue segurar a atração que há entre ela e Eros, e os dois vivem em uma corda bamba. Melissa não pode estragar as coisas para Edgar, mas também não pode negar seus sentimentos por Eros. Eros não quer prejudicar o irmão, mas também não sabe como ajudá-lo e já não consegue esconder seus sentimentos pela mulher que é tecnicamente noiva de seu dele.

Melissa, Eros e Edgar vão protagonizar momentos cômicos, divertidos, quentes e emocionantes, neste romance que aborda diversos temas importantes de forma leve e divertida, entretendo e cativando o leitor. 

Rafaelly Monike é uma autora nacional que acompanho há bastante tempo e me orgulho em dizer que a cada livro sua escrita evolui mais e mais. A forma como ela amadurece seus romances, os temas que escolhe, é sensacional! Dessa vez, em Proposta Irrecusável, ela aborda a homossexualidade de uma forma simples, mas muito real, mostrando os preconceitos e desafios que ainda hoje as pessoas enfrentam. Também entra em foco os relacionamentos abusivos, os comportamentos machistas, e como muitas vezes as pessoas os justificam, assim como também ressalta o poder e a independência feminina. Um livro que traz em seu enredo temas atuais e polêmicos, que é bastante esclarecedor e empoderador, tudo isso dentro de uma narrativa leve e divertida, que não carrega no drama.


1. Wattpad

0 comentários :

Postar um comentário